Linha Ofensiva recomeçará do zero em 2016

Após duas temporadas, temos o coach Dante Scarnecchia de volta ao comando da linha ofensiva dos Patriots.

Durante os 2 anos que tivemos DeGuglielmo no comando, a sólida linha ofensiva perdeu muita qualidade e deixou de ser aquele setor que confiávamos como antigamente.

Isso pois Guge mudou a técnica que os jogadores estavam acostumados a aplicar na época de Dante.

Guge aplicou um conceito diferenciado com os jogadores que já havia tido sucesso em outras equipes como Giants, Dolphins e Jets. Mas o problema é que os jogadores que tínhamos no elenco, foram escolhidos para encaixar no esquema de Scarnecchia.

DeGuglielmo aplicou uma técnica onde o linha ofensiva joga com o peso do seu corpo aplicado para frente. Esta técnica é muito eficaz para jogadores que são menores e portanto ficam mais “fortes” no momento do primeiro impacto com o linha de defesa.

Porém, temos Sebastian Vollmer, Nate Solder, que são jogadores altos e que quando aplicam essa técnica perdem equilibro no momento que precisam se movimentar para continuar a acompanhar o defensor, principalmente no momento dos cortes e mudanças bruscas de posição.

Sabendo dessa informação, percebemos que esse foi um problema comum se lembrarmos de 2015, principalmente em bloqueios de 1×1, tanto nas pontas quanto no meio da linha ofensiva Patriota.

Linha Ofensiva recomeçará do zero em 2016

Agora com a volta de Dante, a linha ofensiva recomeçará o seu trabalho do zero. Scarnecchia quer voltar a usar a técnica antiga e fará esse trabalho reposicionando os jogadores em todos os sentidos. Posicionamento de corpo como pés, flexão das pernas, quadril, extensão dos braços e principalmente o uso do peso, problema detectado no início deste post.

Isso tudo somado ao foco em detalhes que Scarnecchia já é conhecido, faz com que a linha ofensiva tenha uma longa e importante off season pela frente.

Sebastian Vollmer em entrevista falou sobre este momento dias atrás:

Ele (Scarnecchia) é um excelente treinador. Eu não conseguiria elogiá-lo o suficiente. Ele sempre espera o melhor de nós e dele mesmo. A forma que ele nos orienta é muito detalhista. Vamos começar do zero e criar uma base novamente.

Sabemos que desde 2014 os jogadores da linha ofensiva que já estavam em New England não estavam muito felizes e confortáveis pela mudança na forma em que as orientações e o trabalho estava sendo feito com DeGuglielmo.

E a forma em que Dante trabalha já está sendo divulga para os recém chegados.

Já me disseram que Dante é um ótimo treinador, que ele vai ficar no meu pé no começo mas que não tem ninguém melhor do que ele. – Jonathan Cooper

O novato vindo do draft, Joe Thuney também está animado:

A primeira coisa que ouvi é que ele ama o jogo, os jogadores e o que faz e isso é algo que adoro em um treinador. Estou ansioso para trabalhar com ele.


Não temos muito o que piorar em 2016 já que a linha ofensiva foi a segunda pior na proteção do passe em 2015.

Porém sabemos que nos esportes, quando os jogadores não estão confortáveis com seu treinador, é o primeiro passo para o desastre. Vamos acompanhar esse recomeço dos bloqueadores e torcer para que possamos voltar a confiar em nosso setor.

Siga o Patriotas no twitter para notícias no momento em que elas acontecem nos Estados Unidos.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.