Marshall Newhouse, o bode expiatório da OL dos Patriots

marshall newhouse

Não, esse artigo não foi feito para defender o left tackle Marshall Newhouse. Muito pelo contrário. Assim como você, eu também não gosto de vê-lo protegendo o lado cego de Tom Brady. Entretanto, é preciso esclarecer que o grande responsável pelo desempenho abaixo da média da linha ofensiva dos Patriots não é o veterano, e sim, o front office.

A OL de New England foi uma das melhores da NFL na temporada passada, sendo uma das fortalezas da equipe campeã do Super Bowl LIII. Contudo, desde antes de Tom Brady levantar seu sexto Vince Lombardi, já era sabido que Trent Brown, o principal destaque da unidade, não continuaria no elenco para 2019.

Sem o gigante de 2,03m, os Patriots apostaram todas suas fichas no jovem Isaiah Wynn, que passou toda a temporada 2018 lesionado, e cometeram um erro facilmente detectável de não contar com nenhum “seguro” para o produto de Georgia. Para agravar ainda mais a situação, o time também não renovou com o confiável LaAdrian Waddle, que acabou assinando por apenas $2M com os Bills.

Destarte, com Wynn ainda sem estar 100% fisicamente, os Pats tiveram que utilizar por diversas semanas o impotente e inexperiente Dan Skipper como LT titular no training camp, além de improvisar Joe Thuney na função. Nesse momento, ao ter mais um indício que o mesmo poderia ocorrer na temporada, era para Belichick e cia terem agido.

Talvez, a comissão preferiu esperar para ver se o calouro Yodny Cajuste teria condições de jogo, o que não ocorrerá até 2020, mas mesmo assim não se pode correr o risco de entrar na temporada sem reservas de confiança. Ademais, em uma tentativa desesperada, New England efetuou três trocas seguidas por OLs, mas nenhuma vingou, e apenas Korey Cunningham continua no elenco, amargando a lista de inativos toda semana.

Assim, New England teve que recorrer à experiência de Newhouse, que entrou na NFL em 2010 e já passou por diversos times. O camisa 62 caiu de paraquedas no roster Patriota, sendo contratado já com a temporada em andamento. Portanto, o resultado não poderia ser outro: pouco entrosamento com os companheiros, falta de confiança de Brady nele e desempenhos bastante negativos.

Dessa forma, no total, Marshall Newhouse já cedeu seis sacks na temporada, a terceira maior marca de toda a liga, além de ter uma nota medíocre de 61,5 no Pro Football Focus. Com isso, ele se tornou o bode expiratório dos problemas da OL Patriota. Todavia, como pode-se observar, a culpa completa está longe de ser dele.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.