Maurice Harris: WR chega para tentar vaga no roster

Kim Klement-USA TODAY Sports

Durante a Free Agency, os Patriots fizeram movimentações discretas e trouxeram o wide receiver como um possível reforço para o carente grupo de recebedores.

Maurice Harris chega via Free Agency

O wide receiver Maurice Harris jogou pela Universidade da Califórnia, onde dividiu os gramados com Jared Goff, e entrou na Liga em 2016 como undrafted free agent, após assinar um contrato com o Washington Redskins, time pelo qual jogou até o ano passado.

Em 2016, Harris chegou a ser dispensado pelo Redskins, mas um dia após sua dispensa, assinou com o time novamente para fazer parte do practice squad. Naquele ano, jogou 10 partidas na temporada regular, e teve apenas 8 recepções e 66 jardas.

No ano de 2017, Harris percorreu o mesmo caminho do anterior. Foi dispensado por Washington e um dia após a dispensa, foi contratado para fazer parte do practice squad. Jogou 6 jogos na temporada regular, tendo conseguido apenas 4 recepções, 66 jardas e 1 touchdown, o único de sua carreira na NFL.

Maurice Harris, one hand catch e o seu único touchdown marcado na carreira.

O ano de 2018 foi de um melhor desempenho com relação aos anos anteriores. O jogador atuou em 12 partidas de temporada regular, tendo finalizado o ano com 28 recepções, 304 jardas, nenhum touchdown e na injured reserve após ter sofrido uma concussão.

O melhor desempenho de Maurice Harris foi em um jogo da temporada 2018/19, na Semana 8, contra o Atltanta Falcons. O receiver teve 10 recepções para 124 jardas, não marcou touchdown e o Washington Redskins perdeu a partida. A atuação chegou a render burburinhos em Washington de que o jogador poderia vir a ser uma chave ofensiva para a equipe, antes da lesão do quarterback Alex Smith, mas não foi bem assim que as coisas se desenrolaram…

O contrato de Maurice Harris é de 1 ano e 1 milhão de dólares, sendo US$ 90 mil garantidos e incentivos, como bônus em caso ele fique e seja selecionado para o 46-man roster.

Na época em que estava eletivo para o draft, a avaliação de Harris dizia que, apesar de não ser muito ágil esticando o campo, o jogador tem um bom tamanho para um wide receiver e tem mãos confiáveis. Será que isso é o suficiente para Maurice Harris conseguir uma vaga cativa no roster final? Lembrando que o corpo de recebedores é uma forte preocupação pra 2019. A resposta, só o training camp poderá trazer.

Não deixe de acompanhar o Patriotas nas redes sociais. Conheçam o nosso Instagram!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.