Novos contratados dos Patriots falam pela primeira vez

Patriots

Nesta segunda (22/03/2021), alguns dos jogadores contratados pelos Patriots na free agency 2021 falaram pela primeira vez sobre as expectativas para o novo time.

Confira os principais pontos abordados pelos recém-chegados.

Novos contratados dos Patriots falam pela primeira vez

Kendrick Bourne

Report: Former EWU wide receiver Kendrick Bourne tests positive for  coronavirus | krem.com

Sobre se transferir para os Patriots, Kendrick disse:

“Eu estou empolgado por me juntar a um grande lugar, e eu sei que eles vão me transformar em um jogador melhor”.

“É ótimo que eu estou vindo para uma organização vencedora. Um lugar em que eles vão competir por um Super Bowl todo ano.”

O jogador admitiu que esperava um ambiente mais fechado ao chegar em New England:

“Eu achei que seria arrogante, mas eles foram relaxados e divertidos…há riso lá. Eu achei que eu não poderia ser eu mesmo mas Bill foi muito tranquilo, Robert Kraft foi muito simpático.”

Bourne fez questão de dizer que seu técnico de wide receivers nos 49ers, nosso conhecido Wes Welker, bem como Jimmy Garoppolo, lhe disseram que ele tomou uma ótima decisão em se juntar ao New England Patriots.

O wide receiver comentou que acredita que seus atributos se encaixam bem no que os Patriots fazem ofensivamente:

“Eu acho que meu conjunto de habilidades se encaixa no ataque. Onde quer que eles queriam me colocar, eu estou aqui para fazer o que me for pedido.”

Sobre as expectativas para a temporada após o fracasso da equipe dos Pats em 2020, Bourne mostrou otimismo:

“Eles vão mudar o rumo em um ano. Eu consigo ver isso. Vai ser um ótimo ano. Eu mal posso esperar.”

Por fim, Kendrick tocou no assunto da situação de quarterback dos Patriots, o quanto isso pesou na sua decisão:

“Eu realmente não pensei na situação dos quarterbacks. É mais sobre a organização.”

Perguntado sobre Cam Newton, o wide receivers mostrou confiança:

“Eu acredito em Cam Newton”.

Henry Anderson

Henry Anderson

O defensive lineman Henry Anderson iniciou sua entrevista ressaltando que ficou feliz por um time como os Patriots ter se interessado pelos seus serviços. Disse ainda que está ansioso para trabalhar com Bill Belichick.

Perguntado sobre como deve atuar na defesa da equipe, Anderson disse que se sente confortável para cuidar do “edge” da linha defensiva, mas deixou claro que “deixe eles (Patriots) determinarem onde eles querem me colocar”.

Henry foi questionado sobre qual era a sua impressão dos Patriots antes de se juntar à franquia:

“Eu tenho admirado aquela defesa há um tempo. É sempre uma defesa divertida de se ver em filme. Eu sempre achei que era uma defesa em que eu me encaixaria bem”.

Anderson contou um caso curioso, ao dizer que foi o representante dos Patriots no seu Pro Day em 2015 que comandou os exercícios da linha defensiva. O jogador disse que “quase desmaiou no campo. Aquele Pro Day ainda me assusta”.

Jalen Mills

Philadelphia Eagles Inside The Tape: The Success of Jalen Mills

Jalen Mills inicialmente foi questionado sobre os motivos pelos quais escolheu os Patriots:

“Pelo que eles defendem, pelo que eles representam…e o técnico Belichick, eu não preciso falar muito sobre isso…e a versatilidade da defesa”.

Mills se disse um fã de Patrick Chung, a quem tem boas chances de suceder:

“P. Chung, é um cara que tem feito isso por um longo tempo. Você fala de jogar em múltiplas posições, ele é a definição disso. Eu tenho muito respeito por ele”.

Jalen fez questão de dizer que os torcedores podem esperar sempre seu melhor:

“Eu mal posso esperar por ficar em frente aos torcedores e mostrar a ele o que eu tenho. Eu jogo com meu coração na manga.”

Mills disse que deixou seu lado fã tomar conta quando encontrou Bill Belichick pela primeira vez. Ele gritou “esse é (fucking) Bill Belichick!” Segundo ele, Bill nem ligou.

Hunter Henry

1,193 fotos de stock e banco de imagens de Hunter Henry - Getty Images

A entrevista de Hunter Henry, segundo o jogador, foi concedida imediatamente após ele terminar uma sessão de treinos com Jarrett Stidham e outros recebedores dos Patriots.

Hunter começou dizendo que procurou modelar seu jogo no exemplo de grandes tight ends como Jason Witten e Tony Gonzalez, em tudo que eles fizeram tanto como recebedores quanto no jogo terrestre.

Curiosamente, o tight end disse que, quando soube da contratação de Jonnu Smith pelos Pats, achou que não iria parar em New England, mas que ficou surpreso e empolgado quando as conversas com os Patriots foram retomadas.

Henry se disse bastante animado com as possibilidades de sua dupla com Jonnu Smith:

“Obviamente, a longa história dos Patriots com tight ends, eu assisti de longe e admirei. Eu acho que eles meio que colocaram os tight ends no mapa novamente. Há tantos tight ends na história deles que foram muito grandes. A história rica disso, de como eles usam os tight ends, é realmente empolgante. Então eu estou animado para entrar no sistema, aprendê-lo e ver como eu posso adaptar meu jogo a ele. Com Jonnu, tudo. Eu realmente estou animado com isso.”


Foto de capa de AP Photo/Steven Senne.

Acompanhe o Patriotas no Instagram clicando aqui.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.