O devido crédito a Brandin Cooks

Cooks

A histórica virada dos Patriots contra os Jaguars teve sem dúvida dois grandes destaques individuais: Tom Brady e Danny Amendola. Outro jogador do ataque, entretanto, também é digno de aplausos por sua performance na final da AFC: o wide receiver Brandin Cooks.

Tanto na temporada regular quanto nos playoffs, Cooks tem justificado sua contratação pelos Patriots.

O devido crédito a Brandin Cooks

Antes da partida contra os Jaguars era difícil imaginar que um wide receiver dos Patriots tivesse números impressionantes. Afinal, pela frente estava nada menos que a melhor defesa aérea da NFL (e uma das melhores da história em números).

New England teve não apenas um, mas dois wide receivers com números impressionantes, principalmente, como dito, levando-se em conta o oponente enfrentado: Danny Amendola e Brandin Cooks.

Amendola, merecidamente, foi o mais festejado. Seu desempenho foi histórico, e o jogador se consolidou como um dos mais importantes da história dos Patriots em termos de playoffs.

No entanto, penso que Cooks não recebeu o devido crédito por sua performance contra os Jaguars.

Na final da AFC, “Cookie” agarrou 6 passes para 100 jardas, média de 16,6 jardas por recepção.

100 jardas para um wide receiver significam um bom jogo em qualquer situação. No entanto, quando se mede forças contra uma defesa que cedeu 169,9 jardas por partida na temporada regular, 100 jardas é um jogo espetacular.

Contra Jacksonville, Cooks foi marcado durante quase toda a partida por A. J. Bouye, jogador que fez com Jalen Ramsey talvez a melhor dupla de cornerbacks da liga nesta temporada.

Cooks bateu Bouye 5 vezes para 69 jardas, além de ter sofrido uma falta de interferência no passe de 32 jardas.

Brandin também foi marcado por Telvin Smith e Jalen Ramsey, batendo o primeiro para uma recepção de 31 jardas e sofrendo do segundo mais uma falta de pass interference de 36 jardas.

Boa parte das recepções de Cooks na final da AFC vieram em rotas comeback. Essas rotas apenas foram possíveis porque a secundária dos Jaguars despeitou demais a velocidade do wide receiver dos Patriots, recuando na marcação em quase todos os snaps.

Obviamente que nem tudo deu certo para Cookie no jogo. O jogador dropou um passe em um momento importante da partida (felizmente, acabou não fazendo falta no final).

Para muitos torcedores, o drop marcou a partida de Cooks contra os Jags, mas essa é uma impressão injusta e reducionista.

A atuação na final da AFC coroa uma boa temporada do recebedor de New England.

Cooks
Brandin Cooks consegue recepção mesmo marcado por dois adversários na final da AFC (foto de Elsa/Getty Images).

Na temporada regular, Cooks anotou 65 recepções para 1.082 jardas e 7 touchdowns. Esses números colocam o jogador na 11ª posição em jardas entre todos os recebedores da NFL e 10ª considerando apenas os wide receivers.

Brandin trouxe para os Patriots em 2017 velocidade de elite, permitindo aos Patriots explorar mais jogadas em profundidade que em anos anteriores.

Além disso, o respeito dos adversários pela velocidade de Brandin frequentemente fez com que ele atraísse marcação dupla, com um safety em profundidade, abrindo assim espaços para outros companheiros.

Não se prenda ao drop contra os Jaguars, caro torcedor. Cooks foi um monstro na final da AFC.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.