O que a troca de Jimmy Garoppolo rendeu ao New England Patriots

Jimmy GAroppolo 49ers

No Draft de 2019, quando os Patriots selecionaram o QB Jarrett Stidham na quarta rodada, alguns disseram que seu estilo de jogo era parecido com o de Jimmy Garoppolo. Muito além da semelhança, veja como a troca de Garoppolo levou o New England Patriots até essa escolha da quarta rodada.

Como os Patriots se utilizaram da troca de Jimmy Garoppolo

Na metade da temporada 2017, os Patriots trocaram Jimmy Garoppolo com o San Francisco 49ers. Enviaram o quarterback e receberam uma escolha de segunda rodada do Draft 2018.

Os Niners, que até então tinham um desempenho ruim, apresentaram uma breve melhora e o que prometia ser uma das primeiras escolhas do segundo round do Draft, se tornou a escolha #43. E é aqui que entra a habilidade de Bill Belichick em fazer trocas e acumular picks.

Os Patriots, então, no Draft 2018:

  • trocaram a escolha #43 com o Detroit Lions, recebendo as escolhas #51 (2º round) e #117 (4º round);
  • trocaram a escolha #51 com o Chicago Bears, recebendo as escolhas #105 (4º round) e de 2ª rodada de 2019 (acabou sendo a #56);
  • trocaram a escolha #105 com o Cleveland Browns, recebendo as escolhas #114 (4º round) e #178 (6º round);
  • trocaram a escolha #114 com o Detroit Lions, recebendo a escolha de 3ª rodada de 2019 (acabou sendo a #73).

Naquele ano, utilizando-se dessas negociações, os Patriots fizeram uma trade up com o Tampa Bay Buccaneers para escolher o CB Duke Dawson Jr. na escolha #56 da segunda rodada, onde enviaram as escolhas #63 (originária) e #117 (via Lions), e escolheram também o LB Christian Sam na escolha #178 (via Bronws).

Duke Dawson Jr., escolha #56 dos Patriots em 2018.
(créditos: Jeff Zelevansky/Getty Images)

No Draft de 2019:

  • trocaram a escolha #73 com o Chicago Bears, recebendo as escolhas #87 (3º round), #162 (5º round) e a escolha de quarta rodada do Draft 2020.

Neste ano, os Patriots fizeram trade up com o Los Angeles Rams, para selecionar o CB JoeJuan Williams na escolha #45 da segunda rodada, utilizando da escolha #56 (via Bears) e a #101 (compensatória).

Com a escolha #87 (via Bears), selecionaram o RB Damien Harris.

Realizaram uma nova troca com o Los Angeles Rams, onde enviaram as escolhas #97 e #162, e receberam as escolhas #101 e #133, que resultaram no OT Yodny Cajuste (#101) e, enfim, no QB Jarrett Stidham (#133).

Stidham
O quarterback Jarrett Stidham, último trunfo das negociações com a troca de Jimmy Garoppolo.
(via Todd Kirkland/Associated Press)

Desta maneira, podemos observar a habilidade de Bill Belichick em transformar uma escolha de Draft em uma gama de negociações, escolhas e jogadores.

Neste caso, coincidentemente, a troca de Jimmy Garoppolo, que todos acreditavam ser o sucessor de Tom Brady, culminou no recrutamento de um novo QB. Se Jarred Stidham poderá vir a ser o futuro de New England, só o tempo dirá.

Nos acompanhe nas redes sociais, Twitter, Instagram e Facebook.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.