O que esperar da defesa dos Patriots em 2018?

coordenador-defesa-flores

Antes mesmo do fim da última temporada, a saída de um ou dos dois coordenadores técnicos dos Pats era dada como certa dado o sucesso e destaque que ambos vinham tendo. No fim, após a conturbada ida e volta de McDaniels, apenas a saída de Patricia se confirmou. Alguns nomes surgiram para nossa defesa mas o de Brian Flores foi o que mais se destacou e, então, ele assumirá – ainda que não oficialmente nomeado – a função de coordenador defensivo (DC) do time. O que esperar da unidade defensiva dos Pats em 2018 com esta mudança?

O que esperar da defesa dos Patriots em 2018?

Com a saída de Matt Patricia, que deixou o cargo de DC em New England para se tornar o técnico principal (HC) em Detroit, BB ao seu melhor estilo, não nomeou ninguém para assumir a função prontamente. Passado algum tempo, ficou claro que Brian Flores irá acumular a função de técnico de linebackers e DC. Flores chegou aos Patriots em 2004 como assistente de scouting após terminar seu período universitário (1999 a 2003) por Boston College. Após passar por diversos cargos dentro da organização (Assistente de scouting, Pro Scouting, Assistente de Special Teams, Assistente de Ataque e Special Teams, Assistente de Defesa, Técnico de Safeties e Técnico de Linebackers), Brian carrega não apenas a experiência vivida com vários outros treinadores, mas principalmente o “modus operandi” de Belichik considerado por muitos uma das mais brilhantes mentes defensivas do jogo.

coordenadores-defesa-flores-BCE
Brian Flores atuando pelos Eagles.

A própria ‘não nomeação’ de Flores para comandar a defesa, se dá de forma idêntica ao que aconteceu com Matt Patricia em 2011. Com esta mudança, é esperado que Belichik tenha ainda mais influência no setor, porém, Brian Flores já demonstrou que seguirá o ‘manual BB’ para montar sua defesa em declaração durante uma entrevista à NBC Sports Boston:

“Bem, isso vai soar como um time treinado por Bill Belichick.”

Ao ser questionado sobre o tipo de jogadores que quer comandar, mais uma vez Flores deixou claro qual sua fonte de inspiração:

“Resistente, inteligente, confiável, que pode jogar sob pressão. Essa tem sido uma boa fórmula. Eu vou com essa!”

Visão do capitão

Durante o Minicamp e OTAs, os jogadores se mostraram entusiasmados com a forma que o novo comandante da defesa liderou os treinos e a energia que lhes foi passada, como declarou Dont’a Hightower:

“Eu sinto que ele traz muita competitividade. Flo (forma como os jogadores chamam Brian) sempre foi conhecido como um atirador direto, um cara ótimo, e muitas vezes é disso que você precisa. Ele não é um para ser babá”, disse ele. “Eu acho que muitos caras realmente apreciam a atitude que ele trouxe para nós, apenas em OTAs. (…) Matty P e Flo são um pouco parecidos, mas um pouco diferentes ao mesmo tempo. Com o playcalling que chegamos até agora, eu definitivamente sinto que seremos mais agressivos” declarou o capitão da defesa.

coordenadores-defesa-flores
Matt Patricia e Brian Flores.

Lições de vida

O segundo dia do Minicamp, foi um grande dia para o setor que demonstrou a agressividade e versatilidade que Flores está buscando para a defesa. Tendo crescido em Brownsville no Brooklyn, ele comenta como as dificuldades impostas pela vida lhe deu importantes lições que aplica no esporte:

“Eu nunca recuei de ninguém”, disse Flores. “Se as pessoas veem que você está com medo, ou como alguém que recua, você vai lidar com isso todos os dias. Essa era a minha coisa, eu não desisti de ninguém nem de nenhuma situação. Futebol, escola, qualquer coisa (…) Isso me moldou de várias maneiras”, disse. “Isso me deixou duro. Eu aprendi a lidar com a adversidade, e isso me motivou a sair de lá. É um ambiente difícil, e há violência e drogas. Mas não era selvagem como o Velho Oeste. Há muita gente boa lá também. Tive a sorte de estar perto de muitos deles.”

A inteligência, conhecimento, liderança e abordagem de Flores, são reconhecidas não apenas pelos atletas treinados por ele mas pelo seu próprio mentor Bill Belichick:

“Brian teve muitas responsabilidades diferentes na organização – no ataque, defesa, equipes especiais, scouting…ele é esperto, trabalha duro e tem boa liderança.”

Com essas credenciais e confiança, é esperado que Brian Flores seja não apenas um simples coordenador, mas que traga de volta a confiança e alto nível que esta defesa pode entregar aos treinadores e torcedores em 2018!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

  1. Não me parece o caso de ser uma mente defensiva estrategista. Está mais para um gestor de pessoas…o que não é de todo ruim, mas precisavamos de uma mente defensiva top para fazer a unidade crescer como um todo. Por isso imagino o BB bem presente nas estratégias e formações que serão implantadas. É esperar para ver, mas como a algum tempo a unidade de linebackers é uma das que mais preocupa da defesa, eu não tenho muitas expectativas.

    Parabéns pelo texto e pelo trabalho do site!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.