O que fazer com o K Stephen Gostkowski?

No último domingo, contra o New York Jets, o K Stephen Gostkowski errou seu quarto field goal na temporada, além de já ter chutado para fora três extra points. Gostkowski vem preocupando todo mundo com suas atuações, porém, devemos mesmo procurar outra chutador? Ou manter Stephen é a melhor opção?

Para dar esse “veredito”, vamos levar em consideração três aspectos: o contrato atual de Gostkowski, o desempenho dele comparado aos outros kickers da NFL e as opções na free agency.

O que fazer com o K Stephen Gostkowski?

O contrato de Gostkowski:

Em 2015, os Patriots colocaram a franchise tag em Gostk, que era até então um dos melhores, talvez o melhor, kicker da NFL.

Com a free agency passada, New England teve mais tempo para negociar e renovou o contrato do seu K até 2018 por totais $17.2 milhões, tornando-o o mais bem pago da posição em toda liga.

Como ainda está no segundo ano do seu vínculo, dispensar Gostkowski, em termos financeiros, seria um prejuízo tremendo. Ele custaria $6.9 milhões de dead money.

Gostkowski comparado aos outros kickers:

Hoje, apenas um chutador está perfeito em field goals e extra points, Justin Tucker, do Baltimore Ravens.

Já Stephen, junto com outros 15 kickers, errou quatro ou mais FGs. Ou seja, nesse quesito, ele está “na média”.

Todavia, em extra points, Gostkowski é um dos piores da liga. Ele já errou 3 XPs e apenas outros 7 kickers erraram 3 ou mais.

No total, Gostk seria o 18° melhor chutador da NFL. Não está valendo o que os Patriots investiram nele, porém, não é um horror como muitos estão falando.

Um fato inusitado é que entre 30 e 39 jardas foi onde Stephen teve mais erros até agora, com 2.

K Stephen Gostkowski

Os kickers free agents:

Josh Scobee:

Última vez que entrou em campo foi somente ano passado. Vestindo a camisa do Pittsburgh Steelers, Scobee teve um começo de ano desastroso. Errou 4 FGs em 10 tentados, e foi dispensado logo na semana 5.

Ao todo na carreira, Josh chutou 301 FGs e acertou 241. Em extra points, errou apenas 6 em 12 temporadas.

Blair Walsh

Empregado nos Vikings até a semana 9, a permanência de Walsh ficou insustentável após 4 field goals e 4 extra points perdidos. Ainda acumulou para sua demissão a raiva que a torcida tinha dele com a eliminação de Minnesota nos playoffs de 2015.

Computados na carreira, Blair tem 25 erros de FGs em cinco anos de NFL.

Josh Brown:

Pro-bowler em 2015, Brown seria a melhor opção técnica. O veterano está na liga desde 2003, tendo 83.7% de aproveitamento em field goals.

Digo melhor opção técnica, pois, fora dos campos ele é uma vergonha. Brown foi acusado de ter abusado de sua ex-esposa. O kicker foi suspenso de apenas um jogo (Brady foi suspenso por quatro devido ao fato de ser mais provável do que não que ele estava ciente do deflategate). Josh admitiu o crime e dificilmente voltará a jogar pela NFL.

O “veredito”:

Gostkowski vem sendo um kicker mediano em 2016, mas sempre foi um jogador muito frio e seguro quando mais se precisava dele (vide game-winner contra os Giants).

Não vê-lo entre os tops da posição este ano é uma surpresa ingrata. Contudo, a maioria dos times da liga também não possuem um K “automático”.

Se Gostkowski for mandado embora, virará um problema no salary cap, além de não ter ninguém para repô-lo com mais eficiência vindo da free agency.

Portanto, manter Stephen até o fim da temporada é o mais sensato e aconselhado. Confio que ele dará a volta por cima da má fase e voltará a ser um porto seguro.

Abaixo, veja a opinião da torcida no twitter sobre o que fazer com Gostkowski:

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

  1. Sendo sincero, por mais que os erros constantes perturbem, até então não nos custaram nada, de fato. Nesse sentido, não vejo muuuuitas razões para preocupação exacerbada, especialmente considerando o resto das atuações da liga. Agora, se isso se tornar um problema nos playoffs acredito que medidas mais profundas devem ser pensadas. Afinal de contas, pode estar inconstante, mas tem experiência de playoffs e de campeão, isso pode fazer a diferença entre ele e qualquer outro numa final de AFC, por exemplo. De qualquer forma, “We’re on to LA”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.