Os Patriots precisam arrumar sua defesa terrestre

Patriots

Mesmo com os 37 pontos sofridos diante dos Ravens no último domingo, a defesa dos Patriots, olhando-se a temporada, ainda está registrando números históricos.

Por melhor que a defesa tenha sido durante esta temporada, entretanto, em um ponto a unidade não está mantendo a excelência dos primeiros jogos: a defesa terrestre.

E isso ficou bastante claro na derrota para Baltimore.

Os Patriots precisam arrumar sua defesa terrestre

Defesa começou o ano bem, depois passou a oscilar

A defesa contra o jogo corrido começou de forma espetacular, a exemplo do restante da unidade defensiva. Nos primeiros jogos da temporada, os oponentes perceberam cedo que não conseguiriam muita coisa correndo com a bola.

Foram apenas 110 jardas terrestres cedidas nos 3 primeiro jogos (32 aos Steelers, 42 aos Dolphins e 36 aos Jets).

A partir daí, começou a oscilação. Nas duas partidas seguintes, os Pats cederam 280 jardas corridas (135 aos Bills e 145 aos Redskins).

Aí vieram dois bons jogos, com os Giants correndo para apenas 52 jardas e os Jets conseguindo 81 pelo chão.

A montanha russa voltou a descer contra os Bronws, talvez o primeiro jogo que chamou a atenção para deficiências da defesa de New Englnad pelo chão. Foram 159 jardas terrestres para Cleveland.

No último domingo, veio o pior. Os Ravens somaram impressionantes 210 jardas corridas contra os Patriots.

Ao contrário do que se temia, a maioria dessas jardas não foram derivadas de corridas de Lamar Jackson, que teve 3,8 jardas por carregada. Os Patriots simplesmente não conseguiram segurar os running backs e a linha ofensiva de Baltimore.

Instagram Fã Clube Patriotas

Os problemas em Baltimore

Já se imaginava que o ataque dos Ravens traria probelmas para a defesa terrestre dos Patriots. O que não se esperava era um domínio completo como vimos.

A linha ofensiva de Baltimore é bastante física, e fez valer sua força dominando os matchups. Por exemplo, Danny Shelton não conseguiu ser um fator como vinha sendo em outras partida, graças principalmente a Marshal Yanda, o guard all-pro dos Ravens.

Saindo do miolo da linha, os jogadores dos Pats não conseguiram firmar-se nas extremidades para conter as corridas. Por ali também os tackles de Baltimore levaram vantagem na partida.

Além dos problemas causados pelos Ravens, uma opção da comissão técnica de New England gerou uma certa desconfiança.

Os Ravens são um ataque que adoram correr utilizando-se de formações com fullback e tight ends, por vezes três tight ends.

No entanto, os Patriots utilizaram sua “base defense” (4 jogadores de linha, 3 linebackers e 4 defensive backs) em apenas 12 snaps! Na maioria da partida a defesa patriota jogou em nickel, ou seja, com 5 defensive backs, uma formação mais leve e menos propensa a parar corridas.

Nas últimas 5 posses de bola de Baltimore, os Patriots utilizaram sua defesa base apenas 2 vezes.

Outro ponto que feriu os Pats foi o fato de terem mandado muitas blitz de linebackers pelo meio.

New England, pretendendo parar o inside running game dos Ravens, se utilizou de diversas blitz pelos gaps A e B. Com isso, as exremidades da linha ficaram desprotegidas, e os Ravens se aproveitaram bem disso, como podemos ver nos vídeos abaixo.

Defesa sofre, ataque sofre

A incompetência da defesa em parar corridas reflete diretamente no ataque do time. Quando o adversário corre bem com a bola, gasta tempo do relógio e deixa o ataque dos Patriots muito tempo fora do campo, o que dificulta que os jogadores ofensivos adquiram ritmo.

Os Ravens, por exemplo, tiveram 37:01 minutos de posse, contra 22:59 dos Pats.

No caso de New England, já temos um ataque que, ainda que tenha mostrado algo de bom em Baltimore, vem tendo dificuldade em encontrar sua identidade. Quanto mais ritmo, mais snaps ofensivos, melhor.

A bye week veio em boa hora para os Patriots

A semana de folga dos Patriots veio em um ótimo momento. Com duas semanas separando o jogo contra os Ravens do confronto contra os Eagles, Bill Belichick e companhia terão tempo suficiente para realizar ajustes.

Torcemos para que, na volta do descanso, os adversários encontrem pela frente a defesa terrestre dos primeiros jogos da temporada.


Fique por dentro de tudo que envolve os Patriots seguindo o Patriotas no Twitter e no Instagram.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.