Os pilares da equipe: ataque

Recentemente trouxemos uma série de posts sobre as disputas no elenco dos Patriots, destacando os jogadores que brigam por posição no roster final da equipe para a temporada de 2016.

Aqui, o enfoque é outro. Não mais em tentar determinar o elenco, mas destacaremos 8 jogadores que são essenciais ao sucesso da equipe, os 8 pilares sobre os quais é construído o time dos Patriots. Hoje, falaremos do ataque.

Os pilares da equipe: ataque

O ataque dos Patriots é há mais de uma década um dos melhores da NFL. No elenco atual, temos uma série de jogadores que contribuem concretamente para o sucesso do time. No entanto, 4 desses jogadores são fundamentais.

Nate Solder

Solder não é o melhor left tackle da NFL, mas, desde que assumiu a titularidade em 2012 após a aposentadoria de Matt Light, tem sido um jogador sólido que protege muito bem o blindside de Tom Brady.

Nate Solder é essencial para o sucesso dos Patriots e a prova disso é que, após sua lesão na semana 5 da temporada 2015, criou-se um efeito cascata com modificações em toda a linha ofensiva, que não conseguiu produzir bem até o final da temporada.

Nenhum tackle reserva da equipe chega perto do nível de Solder. Caso ele não possa atuar, os Patriots dependerão de jogadores com Marcus Cannon e LaAdrian Waddle, que provavelmente entrariam como right tackle, forçando Sebastian Vollmer para o lado esquerdo.

Por isso, cabe a nós torcer para que nosso left tackle tenha melhor sorte na temporada que se aproxima.

ataque
Nate Solder – left tackle

Julian Edelman

Nosso querido minitron não poderia ficar de fora dessa lista. Sem dúvidas o wide receiver que possui a melhor sintonia com Brady, Edelman causa problemas para as defesas adversárias com sua super agilidade. Poucos cornerbacks conseguem acompanhar suas rápidas mudanças de direção.

Além disso, Edelman consegue como poucos jardas após a recepção, driblando defensores e dando trabalho para ser derrubado.

Ah, não podemos esquecer que Julian é simplesmente um dos melhores retornadores de punt da história da NFL!

Como seria o time sem Edelman? Mais uma vez, a memória recente ajuda na resposta. Após sua fratura no pé no jogo contra os Giants em 2015, Brady perdeu um de seus principais alvos, causando problemas de matchups para o resto dos recebedores.

Danny Amendola é um competente recebedor e consegue ser produtivo nos Patriots, aparecendo bem quando Edelman está fora. Porém, a diferença da importância de ambos para o time não pode ser ignorada.

ataque
Julian Edelman – wide receiver

Rob Gronkowski

O melhor tight end da NFL (e um dos melhores da história) não poderia ficar de fora dessa lista.

Um verdadeiro pesadelo para os coordenadores defensivos adversários, Gronk é tão único em suas características físicas que é praticamente imparável.

Muito grande para ser marcado por defensive backs, e ao mesmo tempo muito rápido para ser coberto por linebackers, Gronk é a principal peça para qualquer jogada de ataque dos Patriots. Seu alinhamento e o jogador que lhe marcará na jogada são determinantes para os rumos do ataque em cada jogada.

Não podemos esquecer ainda que Gronkowski não é bom apenas recebendo passes, ele é fenomenal também nos bloqueios (lembram dele bloqueando no mano a mano simplesmente Haloti Ngata contra os Ravens em 2011?).

Com Gronk em campo, o ataque pode correr ou passar com igual efetividade. Azar das defesas adversárias.

E se Gronk não puder jogar? Esse pesadelo foi constante em 2012 e 2013. Mesmo com a recente adição de Martellus Bennett, não podemos negar que ninguém é capaz de substituir à altura talvez a maior arma ofensiva da NFL atualmente.

Sem Gronk, o ataque dos Patriots desce um degrau.

ataque
Rob Gronkowski – tight end

Tom Brady

Por fim, o mais importante de todos. Aquele que comanda o ataque em campo, aquele para quem todos os planos ofensivos são desenvolvidos: Tom Brady.

Um dos melhores quarterbacks da história da NFL, Brady, mesmo se aproximando dos 40 anos, continua sendo uma das mentes (e dos braços) mais poderosos da liga.

Ótimas leituras pre-snap, uma capacidade fenomenal de se movimentar dentro do pocket para evitar a pressão, um braço forte e uma precisão única nos passes. Seus passes são tão precisos que permitem aos recebedores não apenas agarrar a bola, mas agarrá-la estando bem posicionados para conseguir jardas depois da recepção. Brady consegue espremer a bola em janelas curtíssimas.

O ataque dos Patriots sem Brady é uma ideia que acompanhamos em 2008, quando ele perdeu toda a temporada, e que infelizmente estamos nos aproximando de presenciar novamente.

Sua injusta suspensão deixará os Patriots sem seu comandante por ¼ da temporada.

Por mais que Jimmy Garoppolo seja uma bela promessa, sabemos que não se substitui um dos melhores jogadores da história facilmente. As 4 primeiras semanas da temporada 2016 poderão mostrar que Tom Brady ainda é insubstituível.

ataque
Tom Brady – quarterback

 

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.