Patriots não devem menosprezar os Browns

Após uma derrota difícil, os ares começam a melhorar em New England, afinal, seu quarterback e ídolo maior está voltando após quatro jogos de suspensão. Brady voltará “com sangue nos olhos”, disposto a fazer os adversários pagarem pelo que lhe foi imposto pela liga. Pelo menos é esse o consenso geral.

Para muitos, nada melhor que voltar contra o Cleveland Browns, time que vem de um passado recente de más campanhas e que já possui 4 derrotas em 4 jogos em 2016.

Jogadores e comissão técnica, entretanto, não podem entrar no hype da torcida. Apesar de não ter vencido em 2016, os Browns são melhores do que seu retrospecto nesse início de temporada e não devem ser menosprezados.

Patriots não devem menosprezar os Browns

É difícil falar bem de um time que não venceu nenhum jogo na temporada, mas os Browns, principalmente no ataque, possuem talento suficiente para complicar a vida de muitos adversários.

Por pouco a equipe de Cleveland não venceu dois dos seus quatro jogos. Contra os Ravens, os Browns abriram 20 pontos de vantagem mas não conseguiram sustentar o resultado. Já contra os Dolphins, a equipe errou um field gol no fim do último período e teve chances de vencer na prorrogação.

Ofensivamente, a principal arma dos Browns é um jogador que começou a carreira como quarterback e depois foi convertido para wide receiver: Terrelle Pryor.

Na temporada 2016, Pryor é um dos jogadores mais subestimados da liga, já tem tido boas atuações sem o crédito à altura.

Pryor faz de tudo no ataque, é um perigoso wide receiver com velocidade suficiente para queimar defensores. Alinhando como quarterback, Pryor ameaça as defesas adversárias tanto com sua capacidade de correr como de lançar em formações de wildcat.

Browns
Terrelle Pryor tem sido uma arma perigosa a favor dos Browns em 2016.

Por falar em correr, os Browns são simplesmente o melhor ataque terrestre da NFL após 4 rodadas. Liderados pelo running back Isaiah Crowell, que já tem 394 jardas e 3 touchdowns em 2016 (média de 6,5 jardas por carregada), a equipe possui um jogo terrestre que tem obtido sucesso inclusive contra defesas que colocam 7 ou 8 jogadores no “box”, como ocorreu na última partida contra o Washington Redskins.

O ponto fraco do ataque de Cleveland é a posição de quarterback. Atualmente o time conta com seu terceiro quarterback em Cody Kessler, já que Robert Griffin III e Josh McCown estão fora por lesão.

Apesar de não ser espetacular, Kessler tem uma média em 2016 de 233 jardas por partida e 67,1% de passes completos. Esse desempenho não salta aos olhos mas pode ser muito eficiente caso os Browns consigam manter a média de jardas terrestres.

Browns
Liderados por Isaiah Crowell, os Browns possuem o melhor ataque terrestre da NFL.

Do outro lado da bola, entretanto, está o contraponto. Sofrendo em média 28,8 pontos por jogo, a defesa dos Browns figura na 22ª posição entre as defesas da NFL.

Mesmo assim, trata-se de uma defesa agressiva, que não tem medo de se utilizar de blitz pra pressionar os quarterbacks adversários.

Não, os Browns não são o melhor time da liga. No entanto, já mostraram que podem começar partidas abrindo vantagem no placar. Assim, os Patriots não podem repetir o lento começo demonstrado contra os Bills, sob pena de se ver em desvantagem ainda no início do jogo.

É sempre bom lembrar que em 2010 os Patriots possuíam talvez o melhor time da NFL e mesmo assim a equipe foi surpreendida em uma viagem a Cleveland, perdendo por 34 x 14.

Portanto, a equipe de New England precisa estar preparada e acima de tudo não subestimar os Browns.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.