Contra os Falcons, Patriots mostram sua força

Falcons

O confronto entre Patriots e Falcons era um dos mais aguardados para esta temporada.

Assim que a tabela de temporada 2017 foi finalizada, muitos já marcaram no seu calendário a data do reencontro das duas equipes que fizeram o Super Bowl LI.

Com os Pats entalados na garganta, era esperado que os Falcons viessem para o confronto dispostos a atropelar, mas o que se viu foi um jogo dominante de New England, que venceu por 23 x 7.

Contra os Falcons, Patriots mostram sua força

Ataque

Certamente o ataque dos Patriots agradou bastante Bill Belichick na partida do último domingo.

Como o técnico sempre enfatiza, o ideal é que a equipe consiga o chamado “futebol complementar”, com equilíbrio entre os jogos terrestre e aéreo.

Foi justamente o que aconteceu. Vimos o melhor jogo dos Pats no ano em termos de boa produção tanto do jogo corrido quanto dos passes.

Foram 162 jardas terrestres de New England. Comandado por Dion Lewis, o jogo corrido foi muito efetivo, dividindo com Tom Brady o peso de avançar rumo à endzone dos Falcons.

A prova de que o jogo terrestre foi efetivo é o fato de que Brady precisou lançar apenas 29 passes.

Pela primeira vez na temporada Brady lançou menos de 35 passes. Mais: é apenas a quinta vez desde o início da temporada 2014 que Brady tenta menos de 30 passes em um jogo de temporada regular.

Quando precisou lançar, Brady foi muito bem, deixando de completar apenas 8 passes no jogo (21/29) e lançando dois touchdowns para Brandin Cooks e James White.

O entrosamento com Cooks vem melhorando a cada jogo. Se esses “backshoulder passes” continuarem a conectar, segura essa dupla!

Além de Cooks, Chris Hogan e Rob Gronkowski tiveram mais de 50 jardas recebidas cada.

Os Falcons fizeram um grande trabalho limitando Gronk. Mesmo assim, o tight end conseguiu se desmarcar para conversões importantes.

O ponto fraco do ataque mais uma vez foi a produtividade na redzone.

Como tem sido constante este ano, os Pats chegam à redzone dos adversários mas falham em entrar, deixando muitos pontos “na mesa” por terem que se contentar com field goals.

No entanto, não há porque duvidar que Josh McDaniels encontrará um jeito de melhorar a efetividade nas últimas vinte jardas do campo.

Caso os Patriots melhorem nesse quesito, esse ataque tem tudo para ser o melhor da NFL em 2017.

Falcons
Tom Brady teve apenas 8 passes incompletos no jogo.

Defesa

Não há outra forma de colocar: os Patriots tiveram de longe a melhor atuação defensiva do ano.

Quando os Falcons chegaram para o confronto, era simplesmente lógico esperar que a pior defesa da NFL seria atropelada por um ataque formado por Matt Ryan, Julio Jones e companhia.

Os prognóstcos mostraram-se infundados, e os Patriots dominaram completamente a equipe de Atlanta.

Todos os  setores da defesa funcionaram como há muito tempo não se via: pass rush (este talvez o menos impressionante), contenção do jogo corrido e secundária.

Para se ter uma ideia, os Patriots limitaram os Falcons a 1/7 em conversões de terceira e quarta descidas no primeiro tempo.

Dont’a Hightower mostrou que quando está saudável eleva o nível da defesa.

Com Hightower bem, talvez o mais beneficiado tenha sido o linebacker Kyle Van Noy.

Van Noy foi um monstro, liderando o time em tackles e sendo responsáveis por “stops” cruciais no jogo.

A secundária dos Patriots chegou para o confronto desfalcada de dois de seus três principais cornerbacks: Stephon Gilmore e Eric Rowe.

Contra Julio, Sanu e Gabriel, a unidade parecia fadada ao fracasso.

Diversamente do esperado, a secundária dos Patriots foi sólida, ajudando a defesa a ceder apenas um touchdown, no fim do jogo, contra um dos ataques mais explosivos da liga.

Malcolm Butler fez talvez seu melhor jogo no ano. Bem na marcação e preciso nos tackles, Butler parece ter superado as más atuações do início da temporada.

Já Johnson Bademosi, jogado na fogueira pelas contusões de Gilmore e Rowe, mostrou em dois jogos ser um cornerback extremamente sólido.

A atuação quase perfeita da defesa não evitou um ponto de preocupação nas lesões de Dont’a Hightower e Malcom Brown. Esperamos que não sejam graves.

Falcons
Kyle Van Noy foi o líder dos Patriots em tackles com 7.

Destaques

Tom Brady: 21/29, 249 jardas e 2 TDs.

Dion Lewis: 13 corridas para 76 jardas

Kyle Van Noy: 7 tackles.

Falcons
Dion Lewis foi o principal responsável pela bela atuação do jogo terrestre dos Patriots.

Na próxima semana, os Patriots terão pela frente o Los Angeles Chargers.

Os oponentes virão empolgados após vencerem os rivais dos Broncos sem permitir um ponto sequer ao time de Denver.

A partida será a última dos Patriots antes da bye week, período em que a equipe terá uma folga para fazer ajustes e recuperar jogadores contundidos.

Traremos todos os detalhes durante a semana.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 4 comentários

  1. Bademosi é muito legal de ver jogar, ele mostra toda a fisicalidade dos ST na defesa, pode não ser o melhor CB do mundo, mas vem fazendo um grande papel e contagia o restante da defesa.
    Los Angeles Chargers vai ser um adversario duro, a melhor dupla de Pass Rush da liga, o jogo terrestre precisa entrar para alivar a pressão do Brady e permitir ganho de jardas no play action.

    1. Verdade, Solder e Cannon vão sofrer pra segurar Ingram e Bosa. Espero que consigam.

  2. Que bela vitória, sem muitos sustos defesa bem postada (no final sedemos muitas corridas, mas acredito que foi por priorizar a defesa contra o passe), o ataque correu bem, mais ainda peca um pouco no passe curto e na proteção…
    Gostei muito de ver o Harris em campo mais vezes pra mim ele é muito mais jogador que o Roberts, só eu que acho isso? GO PATS!

    1. Em tese ele é sim mais jogador que Roberts, mas se Belichick tá insistindo em Roberts deve ter seus motivos. Obrigado pela mensagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.