Patriots mostram força e vencem Broncos com autoridade

Broncos

Mesmo com os Broncos em má fase, os Patriots viajaram até Denver com um sentimento de cautela por parte da torcida.

Afinal, trata-se de um dos ambientes mais hostis para os Pats, que costumam ter dificuldades em Mile High.

O que se viu no Sunday Night Football, entretanto, foi uma verdadeira máquina em ação, e o time de New England venceu a partida com autoridade por 41 x 16.

Patriots mostram força e vencem Broncos com autoridade

Bill Belichick não cansa de pregar o chamado “complementary football”. Isso nada mais é do que o time jogar bem em todas as fases do jogo, ataque, defesa e times especiais.

Diante disso, podemos afirmar que BB está muito satisfeito com o que viu em Denver na noite de domingo.

Os Patriots foram extremamente competentes nas três fases do jogo e se impuseram contra um rival de respeito.

Ataque

Sem um de seus principais recebedores, Chris Hogan, o plano de jogo que se desenhava para os Patriots era correr com a bola para desacelerar o pass rush dos Broncos e usar seus ágeis running backs para explorar matchups favoráveis.

Nenhuma dessas duas formas de atacar funcionou de forma excepcional, embora tenham tido momentos bons no jogo.

De toda forma, os Patriots conseguiram equilibrar seu ataque, alternando boas corridas e passes para avançar.

Foram apenas 99 jardas terrestres totais, com Dion Lewis sendo responsável por 55 delas.

Na verdade, a força do grupo de running backs dos Patriots reside no conjunto, na alternância entre os jogadores que, no geral, produz bons resultados.

No jogo aéreo, Rex Burkhead tomou o lugar de Lewis como o running back mais produtivo.

Mesmo assim, Rex teve apenas 27 jardas recebidas.

O foco do jogo aéreo foi direcionado a Rob Gronkowski e Brandin Cooks. Ambos terminaram a partida com 74 jardas recebidas.

Por trás de todo o sucesso, com 266 jardas e 3 touchdowns contra uma secundária conhecida como “no fly zone”, vimos um Tom Brady digno do prêmio de MVP.

Brady foi cirúrgico em quase todos os seus passes, mostrando que ainda é o melhor quarterback da NFL.

Ah, e mais um detalhe digno de nota do ataque. Finalmente o tight end Dwayne Allen conseguiu sua primeira recepção na temporada!

E não foi qualquer recepção, foi simplesmente um touchdown. Esperamos que isso desperte o jogador para a reta final.

O sucesso do jogo aéreo também teve como fator fundamental o grande jogo da linha ofensiva.

Sem Marcus Cannon, o duelo entre Von Miller e o tackle LaAdrian Waddle causava calafrios na torcida dos Pats antes do jogo.

No entanto, Waddle, assim como o resto da linha, não deu chances ao ótimo pass rush dos Broncos, e Brady foi sacado apenas uma vez.

Broncos
O tight end Dwayne Allen anotou seu primeiro touchdown com a camisa dos Patriots.

Defesa

A defesa dos Patriots continua mostrando que virou a chave após o primeiro mês da temporada.

Pelo quinto jogo consecutivo os ataques adversários não conseguiram marcar mais de 17 pontos nos Pats, que já têm a 14ª defesa da NFL em pontos cedidos.

As jardas cedidas continuam muitas, mas se a defesa continuar cedendo poucos pontos, esse time tem condições de vencer qualquer equipe da NFL.

O pass rush é o problema recorrente. Brock Osweiler teve tempo demais no pocket para lançar a bola.

Mesmo assim, em geral seus recebedores estavam bem marcados, e os Broncos conseguiram apenas 221 jardas aéreas no confronto.

Stephon Gilmore retornou após perder três jogos por concussão e fez um ótimo trabalho marcando Demaryius Thomas, que teve apenas 44 jardas recebidas no jogo.

Um elo da secundária foi o ponto fora da curva nessa boa atuação em geral: o cornerback Malcolm Butler.

Butler foi completamente dominado pelo wide receiver Emmanuel Sanders, que alcançou a marca das 100 jardas recebidas ainda no primeiro quarto de jogo.

Quem teve um jogo de recuperação foi o safety Patrick Chung.

Alinhando e grande parte do jogo como cornerback, Chung fez um belo trabalho marcando wide receivers e principalmente os tight ends dos Broncos, que foram bastante apagados em campo.

Broncos
Malcolm Butler foi o ponto fraco da defesa dos Patriots. O cornerback sofreu para marcar Emmanuel Sanders.

Times especiais

Os special teams dos Patriots foram a unidade que mais impressionou na vitória contra os Broncos.

Foi um jogo simplesmente perfeito do setor, tão valorizado historicamente por Bill Belichich.

Os Patriots recuperaram um fumble em retorno, bloquearam um punt e conseguiram um explosivo retorno de kickoff para touchdown de 103 jardas, de autoria de Dion Lewis.

Além disso, Stephen Gostkowski continua impressionando com seus kickoffs.

A precisão do kicker dos Patriots em fazer com que os chutes de devolução caiam sempre na entrada ou imediatamente fora da endzone adversária, forçando o oponente a retornar, é dos aspectos mais “underrated” de Gostkowski.

No geral, uma atuação perfeita desta unidade que tem ajudado demais os Patriots em ganhar a batalha da posição de campo.

Broncos
O retorno de kickoff para touchdown de Dion Lewis foi o ponto alto de uma bela apresentação dos times especiais.

Destaques

Tom Brady: 25/34, 266 jardas, 3 TDs.

Dion Lewis: 14 corridas, 55 jardas, 1 TD; retorno de kickoff de 103 jardas para TD.

Linha ofensiva: dominou o potente pass rush dos Broncos.

Broncos
Tom Brady teve mais uma atuação digna de MVP.

O próximo jogo dos Patriots fará parte da international series da NFL.

No próximo domingo, Patriots e Raiders se enfrentarão na cidade do México. Lembramos que o mando de campo é da equipe de Oakland.

Com isso, os Pats continuarão treinando no Colorado, não retornando a New England, por uma questão de logística e aclimatação, já que, a exemplo de Denver, a cidade do México situa-se a grande altitude.

Traremos todas as informações desse confronto durante a semana.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 3 comentários

  1. O bloqueio foi de punt e não de fild goal!

    1. Corrigido. Obrigado pela correção!

  2. Desempenho muito além das expectativas da nossa linha Ofensiva, nosso pass rush foi inexistente, mesmo assim oswailer sofreu mais pressão que o Brady. O ponto q não funcionou ontem foi a conexão em profundidade com o Cooks, Brady ainda tem q encontrar a química correta com esse jogador.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.