Patriots preferem jogadores versáteis a extremamente talentosos

patriots

Não é novidade para ninguém que Bill Belichick tem preferido montar a equipe dos Patriots com jogadores que podem colaborar em mais setores do que serem apenas muito talentosos em sua posição precípua.

Um exemplo claro é o LB Elandon Roberts, que perdeu espaço na defesa com o retorno de Jamie Collins Sr. na última temporada, e acabou sendo mais utilizado no ataque como fullback.

Mas o objetivo do texto não é falar de quem já se foi.

Este ano, ao que tudo indica e com todas as reformulações que a equipe está sofrendo para a temporada 2020, é isso que veremos mais uma vez nos Patriots, principalmente na defesa. Explico.

Patriots preferem jogadores versáteis a extremamente talentosos

A NFL está mudando. A chamada “nova NFL” traz uma safra de QB jovens que tem a mobilidade como característica de jogo muito forte. Saber preparar a defesa para enfrentar um ataque assim tem sido fundamental para os times.

Vide o exemplo do que aconteceu com o Baltimore Ravens e seu QB, Lamar Jackson na última temporada. O coordenador ofensivo dos Ravens soube utilizar Lamar como uma potente arma ofensiva que fez a diferença para o time, principalmente no elemento corrida, mas também utilizando tight ends nas formações do ataque.

Patriots
Lamar Jackson tentando passar por Chase Winovich, Adam Butler e Jonathan Jones.

É chover no molhado dizer que a defesa do New England Patriots possui dificuldade ao enfrentar QBs móveis, visto que na última temporada, mesmo com a defesa voando, o time foi derrotado por Deshaun Watson, Patrick Mahomes e o próprio Lamar Jackson.

Assim, adaptações são necessárias, ainda mais em um ano no qual a defesa terá que ser chave para ajudar o time mais uma vez.

E como essas adaptações podem ser feitas? Bem, temos visto que cada vez mais na defesa é necessário ter jogadores que são experts não apenas em suas posições, mas que possuam atleticismo e inteligência para deter um QB que se mova e também em chamadas de ataque que façam um movimento inesperado.

Ou seja, na defesa, o que deve se buscar são jogadores físicos o suficiente para serem bons nos bloqueios, ao passo que também devem ser atléticos para conseguir cobrir uma área maior no campo. Um jogador que é bom em sua posição, mas que pode ser utilizado de outra maneira, caso necessário.

Como New England se prepara para isso em 2020

Muitas foram as partidas no setor defensivo dos Patriots, e tanto na free agency quanto no Draft foram trazidos jogadores para preencher lacunas e que podem auxiliar dessa forma. Entre eles, linebackers e safeties. Confiram:

Adrian Phillips: o defensive back é utilizado como safety, mas é híbrido como linebacker, apesar de não ter sido utilizado dessa forma nos times onde jogou. Com o esquema tático dos Patriots, Phillips tem o fit para se dar bem na equipe, podendo ser utilizado na cobertura de passes e nos tackles. Além de jogar no time de especialistas.

Brandon Copeland: o próprio New England Patriots anunciou a versatilidade do LB como uma contribuição para o time. Copeland já jogou como OLB, ILB, trabalha bem pressionando quarterback e parando o jogo corrido.

Kyle Dugger: o jogador foi escolhido na segunda rodada do Draft 2020, muito por sua capacidade de jogar como safety e atuar no time de especialistas. Dugger é bom na cobertura de passes e tackles, indo bem contra tight ends. Quando no special teams, Kyle Dugger atua tanto na cobertura de chutes como retornando punts e kickoffs.

A comissão técnica tem boas peças em suas mãos e com o poder de renovação e adaptação para enfrentar as armas ofensivas adversárias.

Siga o Patriotas no Instagram!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.