Patriots sobrevivem aos Steelers no jogo da temporada

Steelers

Patriots @ Steelers foi o jogo mais aguardado da tabela dos Pats em 2017. Arrisco dizer que foi o jogo mais aguardado de toda a AFC, já que as duas equipes eram previstas como as favoritas para a final da conferência.

As mais altas expectativas provavelmente não esperavam o que de fato aconteceu no Heinz Field neste domingo. Um jogo disputado, polêmico e acima de tudo emocionante.

Melhor do que o jogo em si é o fato de os Patriots terem vencido por 27 x 24 e, com isso, passado ao controle da AFC.

Patriots sobrevivem aos Steelers no jogo da temporada

Ataque

O ataque dos Patriots começou avassalador. A primeira campanha foi uma mostra de força para a qual a defesa dos Steelers não encontrou respostas.

Com isso, os Patriots rapidamente abriram 7 x 0 no placar.

Após o primeiro drive, a defesa de Pittsburgh acertou nos ajustes, e passou a dificultar a vida de Tom Brady e companhia. No resto do primeiro tempo, os Pats conseguiram anotar apenas mais 3 pontos.

Após o intervalo, Josh McDaniels encontrou a chave para recolocar o ataque no jogo: Rob Gronkowski.

Não há palavras para descrever a força que foi Gronk nessa partida. Os Steelers até que tentaram, mas não conseguiram impedir recepção atrás de recepção, first down atrás de first down.

No total, Gronk agarrou 9 passes para impressionantes 168 jardas, uma das melhores partidas de sua estrelar carreira.

Brady fez mais um ótimo jogo, merecendo críticas apenas por sua interceptação. O quarterback lançou um péssimo passe onde não havia ninguém de New England em condições de fazer a recepção.

Fora Gronk, os recebedores não tiveram muito destaque. O melhor dos demais foi Brandin Cooks, que conseguiu 60 jardas e 1 touchdown em 4 recepções.

Apesar do foco em Gronk e Cooks, nada menos que 9 jogadores dos Patriots receberam passes, incluindo o estreante Kenny Britt.

O jogo terrestre não foi bem no geral, marcando apenas 77 jardas totais.

Destas, 67 pertenceram a Dion Lewis, que olhando individualmente foi muito bem, com uma média de 5,15 jardas por tentativa.

Rex Burkhead não conseguiu se integrar ao plano de ataque. Cedo na partida o running back sofreu uma contusão no joelho que deixou a torcida apreensiva quanto à sua disponibilidade para o restante da temporada.

Steelers
Tom Brady comandou mais uma virada no 4º período. (Foto de Charles LeClaire-USA TODAY Sports)

Defesa

Ao contrário do ataque, a defesa dos Patriots não merece grandes elogios, com exceção da mentalidade guerreira e a disciplina no final da partida.

O que se viu durante todo o jogo foi uma defesa ineficiente, principalmente para impedir o jogo corrido com o excepcional Le’Veon Bell.

Os Steelers pareciam conseguir no mínimo 5 jardas em qualquer tentativa de corrida, ficando em situações confortáveis nas terceiras descidas.

Por falar em tercerias descidas, as estatísticas ilustram perfeitamente o desempenho defensivo de New England: Pittsburgh converteu 10 de 16 terceiras descidas.

Com tantas conversões, o ataque dos Patriots não conseguia ficar em campo. Foram apenas 3 drives ofensivos dos Pats no primeiro tempo.

As ausências de Alan Branch e Kyle Van Noy contribuíram para a atuação rasteira da defesa terrestre.

Ainda no front 7, chama atenção (e irrita) o fato de Bill Belichick e Matt Patricia insistirem em deslocar Trey Flowers para a cobertura.

Os Patriots vêm sofrendo durante toda a temporada por não conseguirem pressionar os QBs adversários. Aí a comissão técnica desloca o melhor pass rusher para cobrir running backs adversários em jogadas de passe. Inacreditável.

Bell conseguiu conversões nos três passes em que teve a marcação de Flowers.

Na secundária, tivemos um jogo ruim dos nossos cornerbacks, mesmo com os Patriots não tendo que lidar com Antonio Brown (lesionado) por quase a totalidade do confronto.

Stephon Gilmore regrediu após 6 partidas com boas atuações. O cornerback cedeu 5 recepções em 7 bolas lançadas na sua direção pra 76 jardas e um touchdown.

Dois outros jogadores tiveram uma má atuação, mas foram decisivos no final: Malcolm Butler e Eric Rowe.

Butler cedeu apenas 28 jardas, mas permitiu recepções nas 4 bolas lançadas sob sua cobertura. Já Rowe cedeu 4/5 para 106 jardas e um touchdown.

Apesar das más atuações, ambos contribuíram decisivamente para a vitória.

Butler, por fazer o tackle sobre Heyward-Bey dentro de campo no final, forçando os Steelers a se apressarem para a linha para a próxima jogada.

Já Rowe esteve atento durante o fake spike para seguir na marcação e desviar o passe que resultou na interceptação de Duron Harmon.

Steelers
A defesa dos Patriots jogou mal, mas mostrou luta e disciplina nos momentos decisivos.

Destaques

Rob Gronkowski: 9 recepções para 168 jardas.

Dion Lewis: 13 corridas para 67 jardas e 1 TD.

Tom Brady: 22/35, 298 jardas, 1 TD, 1 INT.

Steelers
Gronk foi demais para a defesa dos Steelers ( Justin K. Aller/Getty Images).

Com a vitória, os Patriots não apenas garantiram o título da AFC Leste mas assumiram a ponta da AFC, dependendo apenas de si para conquistar o mando de campo nos playoffs.

Após uma maratona de jogos fora de casa, a equipe retorna a New England para os dois últimos confrontos da temporada, contra Bills e Jets.

Duas vitórias garantem a Seed #1 independentemente de outros resultados.

A vitória foi heróica, histórica, mas não pode nos iludir com relação à defesa. A unidade precisa melhorar muito caso a franquia pretenda ir longe nos playoffs.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

  1. Não quero fazer uma teoria igual o Felipe faz muito bem, mas pra mim parece que essa defesa as vezes não da 100%.
    Ontem e contra Miami parece que eles estão de freio de mão puxado e algo acontece e eles entram no jogo.
    No ultimo quarto quando era vida ou morte, eles conseguiram botar o ataque de volta a campo rapidamente e dar uma chance para vencer, assim que o ataque virou o jogo e parecia definido, eles novamente desligaram e o filho do Bill ( só isso explica o Jordan Richards em campo) errou um Tackle que gerou aquele ganho de jardas.
    No mais o Bill sempre fala, tem que jogar todos os minutos do jogo, a defesa precisa entender isso e entrar toda jogada a 100%.

    1. É Guilherme, as vezes dá essa impressão mesmo. E não sei se você acompanha o podcast desde o ano passado, mas desde lá já tínhamos uma sensação de que uma baixa psicológica atinge esse time do nada. Esse ano parece continuar em alguns momentos mesmo.
      Obrigado pela mensagem!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.