Patriots x Panthers: análise

O New England Patriots viajou até Charlotte para enfrentar o Carolina Panthers no terceiro jogo da pré-temporada 2015.

A exemplo do que ocorreu no jogo anterior contra o New Orleans Saints, a equipe saiu atrás no placar mas encontrou forças para virar a partida e vencer por 17 x 16.

Houve pontos positivos e negativos, mas a sensação final é de tristeza por conta da grave lesão sofrida pelo fullback James Develin.

Patriots x Panthers: análise

ATAQUE

A comissão técnica continua dando sinais de que  trata esta pré-temporada como qualquer outra, independentemente da suspensão imposta pela liga a Tom Brady.

Normalmente o terceiro jogo da pré-temporada é o que conta com a maior participação dos titulares, e ontem Brady participou de todo o primeiro tempo de jogo.

A exemplo do que ocorreu nos dois jogos anteriores, o ataque titular, ainda que desfalcado, teve grandes dificuldades para mover a bola contra a defesa dos Panthers. Foi uma verdadeira sequência de “3 and outs” com 2 interceptações no meio, horrível.

No último drive do segundo quarto, o ataque titular foi para o “no huddle” e teve seu melhor momento na noite, avançando bem e finalizando o drive com o touchdown de Brady para Scott Chandler.

Brady terminou a noite 7/13 para 84 jardas, 1 touchdown e 2 interceptações.

Jimmy Garoppolo comandou o ataque no segundo tempo. O início não foi bom, e Jimmy quase foi interceptado duas vezes (dois drops da secundária dos Panthers). Depois disso, Garoppolo esteve à vontade no pocket e conseguiu mover o ataque, terminando sua participação com 13/17 para 126 jardas e 1 touchdown.

Os wide receivers Reggie Wayne e Aaron Dobson fizeram sua estreia em 2015. Se por um lado Wayne não apareceu, dropando o único passe lançado em sua direção, Dobson foi mais participativo, com pontos positivos e negativos.

A primeira interceptação de Brady pode ser colocada na conta de Dobson. O quarterback lançou um lindo passe nas mãos do wide receiver e este caiu com a bola, mas teve a oval arrancada de suas mãos pelo cornerback Charles Tillman.

Dobson teve mais sucesso com Garoppolo, e conseguiu se livrar bem da marcação para receber um belo passe que moveu o ataque 40 jardas.

O tight end Scott Chandler fez sua estreia e foi um dos destaques do ataque. Em duas oportunidades Chandler se livrou bem da marcação em profundidade. Na primeira, Brady lançou com muita força e o passe foi incompleto. Já na segunda, o quarterback acertou um lindo passe o tight end agarrou para o touchdown (lembrando muito o passe para Brandon LaFell que decretou a vitória contra os Ravens nos playoffs de 2014).

A linha ofensiva, apesar de ter sido segura na proteção ao passe, foi muito mal bloqueando para as corridas, praticamente não criando oportunidades para os nossos running backs.

Por falar em running backs e oportunidades, Dion Lewis continua aproveitando as suas. O jogador tem se mostrado bastante ágil no jogo aéreo, fazendo vários defensores perderem tackles. Lewis briga forte para ser o substituto de Shane Vereen como “3rd down back”.

Por fim, a notícia triste da noite. O fullback James Develin sofreu uma fratura na tíbia ao ser derrubado, e saiu de campo carregado pela maca. As primeiras notícias são de que a cirurgia será feita na própria cidade de Charlotte e que o tempo estimado de recuperação é de 6 a 8 semanas.

Develin é um dos jogadores mais dedicados desse elenco e é sempre alvo de elogios de Bill Belichick. Vamos torcer para que a recuperação seja rápida e para que o jogador possa nos ajudar ainda na temporada 2015.

Patriots x Panthers
Tom Brady participou de todo o primeiro tempo.

DEFESA

A defesa titular dos Patriots pareceu incorporar a filosofia do “bend but don’t break”, tão característica nas últimas temporadas. Enquanto esteve em campo, os titulares cederam muitas jardas, mas poucos pontos. O ataque dos Panthers avançava mas não conseguia penetrar na endzone.

O front 7 continua dando sinais de que será especial este ano. Nesta pré-temporada, tem sido comum ver nossa linha defensiva esmagar o interior do pocket adversário, fato raro de se ver nos últimos anos.

Dominique Easley (sim, novamente ele elogiado aqui) foi muito bem. Sua explosão na hora do snap é impressionante, e ele prontamente penetra no pocket adversário.

Chandler Jones e Rob Ninkovich fizeram boas jogadas enquanto estiveram em campo. É interessante notar que Belichick testou a defesa na formação 3-4, com Jones de defensive end e Ninko de outside linebacker.

Rufus Johnson, que foi bem contra os Packers e ficou fora do jogo contra os Saints, voltou a campo ontem e foi uma força no pass rush.

Sobre os linebackers, como é bom ver Jerod Mayo e Dont’a Hightower em campo! Ambos participaram ontem, mas Mayo se destacou, impedindo duas jogadas consecutivas de corrida para poucas jardas do ataque de Carolina.

Na secundária, Malcom Butler continua muito bem. Butler parece ter facilidade para atacar a bola sem cometer falta no recebedor, o que é raro em jogadores jovens como ele. O cornerback não cedeu nenhuma recepção nas 4 bolas lançadas em sua direção.

Tarrell Brown e Bradley Fletcher também se destacaram ontem, e Brown aparenta mesmo ser o companheiro de Butler na equipe titular. Tanto Brown quanto Fletcher desviaram passes.

Patriots x Panthers
Defesa titular cedeu muitas jardas, mas poucos pontos.

DESTAQUES

Dominique Easley (defensive tackle): 1 sack, 1 QB hit.

Malcom Butler e Tarrell Brown (cornerbacks): vários passes desviados do que aparenta ser a dupla titular para esta temporada.

Scott Chandler (tight end): 3 recepções para 40 jardas e 1 TD.

Dion Lewis (running back): 3 corridas para 12 jardas; 4 recepções para 20 jardas e 1 TD.

Patriots x Panthers
O tight end Scott Chandler fez sua estreia e recebeu seu 1º TD com a camisa dos Patriots.

First Downs: 18 (5 corridas / 12 passes / 1 faltas) | Terceira Descida: 3/10 (30%) | Total de Jardas: 302 (100 correndo / 202 passando) | Faltas: 5 (39 jardas) | Touchdowns: 2 (0 correndo / 2 passando / 0 retorno) | Field Goal: 1-1 (100%) | RedZone:2/2 (100%) | Pontuação Final: 17 pontos | Tempo de Posse: 25:44 min.

Patriots x Panthers
Jimmy Garoppolo jogou o 2º tempo inteiro e foi bem mais uma vez.

COMENTÁRIOS PÓS-JOGO

Bill Belichick (técnico)
Sobre a lesão de James Develin: “Eu odeio ver aquilo”.

Jimmy Garoppolo (quarterback)
Sobre o aprendizado na pré-temporada: “No segundo ano, você experimenta situações diferentes a cada jogo. Você tem que reagir bem a essas situações, e os técnicos nos preparam muito bem para elas”.

Reggie Wayne (wide receiver)
“Eu ainda estou me ajustando. Ainda estou tentando entrar em sintonia com o quarterback, entrar em sintonia com o time. Mas, só em estar lá, ouvindo toda a terminologia do futebol, vendo todas as coisas pelas quais esperei por três meses, me senti muito bem.”

Patriots x Panthers
Torcida Patriota compareceu em bom número fora de casa e apoiou seu quarterback.

Na próxima quinta-feira os Patriots recebem o New York Giants no Gillette Stadium para o quarto e último jogo da pré-temporada. O confronto já é uma tradição, e todo ano as equipes se enfrentam para fechar a preseason.

Na próxima terça haverá o primeiro corte, que reduzirá o elenco para 75 jogadores. Sendo assim, é provável que os titulares mal entrem em campo no último jogo e a comissão técnica utilize a partida para avaliar os jogadores que disputam posições no roster final.

Não deixem de acompanhar o Patriotas nesta semana para ficar por dentro dos cortes no elenco. Sem dúvida trataremos do tema no podcast da próxima quarta-feira.

Até lá!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.