Quem dos Pats tem chance de receber a franchise tag?

franchise tag

A offseason da NFL está começando a esquentar. A partir de hoje (19) até o dia 5 de março, as franquias poderão utilizar a transition ou a franchise tag (saiba o que são aqui). Confira quais jogadores dos Patriots podem recebê-las.

Quem dos Pats tem chance de receber a franchise tag?

K Stephen Gostkowski

Selecionado na quarta rodada do Draft 2006, o kicker Gostkowski é o segundo jogador do elenco atual com mais tempo de New England Patriots, atrás apenas de Tom Brady.

Com 35 anos, Stephen está projetado para virar free agent irrestrito no dia 13 de março, quando começa a agência livre, após seu contrato de 4 anos e $17,2M ter se encerrado com mais um título de Super Bowl.

Ele é uma das duas opções possíveis que New England tem para utilizar a franchise tag, que custará cerca de $5M para sua posição. A última vez que os Pats utilizaram essa ferramenta foi justamente com Gostkowski, em 2015, sendo benéfico para os dois lados, já que deu mais tempo para Bill Belichick trabalhar numa extensão contratual e fez do camisa 3 o kicker mais bem pago da história da NFL.

DE Trey Flowers

Como analisado ontem, o produto da Universidade de Arkansas é a outra opção para receber a franchise tag.

Nos três anos que entrou em campo (pois perdeu sua temporada de calouro com uma lesão), Flowers foi o principal nome do front-seven de New England, chegando ao Super Bowl três vezes e conquistando dois anéis.

Sua posição está prevista para ser a segunda mais bem paga pela franchise tag, com valores próximos a $18,5M, atrás apenas da de quarterback. Assim, se os Pats utilizarem essa ferramenta em Trey, ele se tornará – com sobras – o defensor mais bem pago do elenco.

Mas afinal, será que algum deles vai receber?

Sem enrolação: acredito que não.

Contudo, mesmo que a franchise tag seja usada em Gostkowski ou Flowers, a probabilidade de nenhum deles entrar em campo por estas cifras (em torno de $5M e $18,5M, respectivamente) é altíssima.

Isso porque dificilmente Bill Belichick estaria disposto a pagar quantias tão salgadas a um jogador que não se chame Tom Brady. Então, se o kicker ou o defensive end ficar com a tag, eles deverão assinar (até 15 de julho, data limite) uma nova extensão contratual, na qual diminuiria o valor no salary cap para a temporada 2019 e os garantiria por mais tempo na franquia.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.