Pats dominam segundo tempo e vencem Bills

Bills

Na penúltima rodada da temporada regular 2017, os Patriots receberam os Bills na tentativa de manter o controle sobre a AFC.

Após um primeiro tempo cheio de erros, os Pats melhoraram após o intervalo e dominaram as ações no segundo tempo, vencendo por 37 x 16.

Pats dominam segundo tempo e vencem Bills

Ataque

O ataque dos Patriots tem mudado nas últimas semanas.

Se por um lado temos ficado com a sensação de que Tom Brady não está no nível estrelar dos últimos meses, por outro vemos o surgimento de um jogo corrido dominante.

Brady não foi mal contra os Bills, acertou 21 de 28 passes tentados. O único ponto realmente ruim foi a interceptação retornada para touchdown.

O quarterback não precisou ter a responsabilidade pela vitória unicamente nas suas costas, já que o jogo terrestre funcionou.

Foram 193 jardas terrestres para New England, que teve como protagonista o ótimo Dion Lewis.

Lewis teve o jogo de sua carreira, com 129 jardas terrestres, 24 aéreas e 2 touchdowns.

Finalmente parece que veremos uma participação dos Patriots nos playoffs com Lewis saudável, e isso empolga.

Com as ausências de Burkhead e White, tivemos o retorno de Mike Gillislee justamente contra seu ex-time.

Gillislee foi ofuscado por Lewis no jogo terrestre, mas conseguiu anotar um touchdown.

O curioso sobre o jogo terrestre foi um fato que também se aplicou ao aéreo nesta partida: o número de jogadores envolvidos.

7 jogadores apareceram nas estatísticas oficiais com corridas, enquanto 9 receberam passes.

Não tivemos um “standout” como Lewis no jogo aéreo, mas, como dito, todos os recebedores tiveram sua parcela de participação na produção.

Rob Gronkowski mais uma vez foi o destaque.

O jogador não conseguiu o caminhão de jardas da semana anterior, mas contribuiu com 67 jardas e um touchdown impressionante em que recebeu a bola com apenas uma das mãos.

Bills
Ataque dos Patriots contou com a produção de vários jogadores.

Defesa

A defesa de New England continua aplicando a filosofia “bend but don’t break”.

Mais uma vez foram muitas jardas cedidas (281 para Tyrod Taylor), mas com stops importantes na redzone para ceder field goals ao invés de touchdowns.

Para ser justo, a defesa não cedeu nenhum touchdown ao ataque dos Bills.

Houve uma melhora significativa no tocante ao jogo terrestre.

Após se mostrar quase ineficiente para parar corridas nas últimas semanas, neste domingo a defesa dos Patriots limitou os Bills a 84 jardas corridas de scrimmage.

Isso não é pouca coisa considerando que os Bills possuem McCoy e Taylor.

Enquanto o jogo estava parelho, os Patriots se beneficiaram de dois momentos que poderiam ter alterado o rumo da partida.

O primeiro, o touchdonwn revertido de Kelvin Benjamim. Após linda recepção, os juízes marcaram touchdown, mas a equipe de revisão em Nova York entendeu que o recebedor dos Bills não conseguiu encostar o segundo pé no gramado com o controle da bola.

Assim, o jogo foi para o vestiário empatado.

O segundo momento veio no terceiro quarto, quando os Bills optaram por chutar um field goal de 50 jardas ao invés de arriscar uma 4ª para 1. Os Patriots estavam com um touchdown de vantagem.

A decisão foi imediatamente questionada, já que o kicker de Buffalo errou o chute e deixou os Patriots em uma boa posição de campo.

O fato de a defesa ceder muitas jardas, mesmo com poucos pontos, tem irritado a torcida dos Pats, mas não podemos esperar grandes mudanças.

Nos playoffs, a defesa cederá muitas jardas, não temos como fugir disso. A questão é se conseguirá stops em terceiras descidas para forçar field goals ao invés de ceder touchdowns.

Caso consiga, o time terá chances.

Bills
A defesa cedeu muitas jardas mas conseguiu stops (inclusive com ajuda da revisão de vídeo) em momentos cruciais.

Destaques

Dion Lewis: 24 corridas, 129 jardas e 1 TD; 5 recepções, 24 jardas e 1 TD.

Rob Gronkowski: 5 recepções, 67 jardas e 1 TD.

Bills
Dion Lewis fez o melhor jogo de sua carreira e foi o grande destaque dos Patriots.

Na semana 17, última da temporada regular, os Patriots jogarão em casa contra o já eliminado New York Jets.

Uma vitória garante a New England a melhor campanha da Conferência Americana e o mando de campo nos playoffs.

Bill Belichick não poderá deixas os atletas relaxarem para este último jogo, já que uma derrota poderá ter consequências graves para as pretensões do time na caminhada rumo ao Super Bowl.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.