Percentual de snaps perdidos

Continuidade é uma palavra de difícil aplicação prática na NFL. Seja por lesões, trocas, altas pedidas de salário ou falta de rendimento, os elencos das equipes mudam bastante a cada nova temporada. Com isso, é comum que jogadores responsáveis por uma grande quantidade de snaps na temporada anterior deixem um vácuo, muitas vezes de difícil preenchimento.

Assim, resolvemos analisar os percentuais de snaps perdidos pelos Patriots para a temporada 2016, ou seja, as ausências que eram responsáveis pela maior quantidade de snaps na temporada anterior.

Percentual de snaps perdidos

Tomando-se por base os dados estatísticos do Pro Football Focus – PFF, observa-se que, no geral, os Patriots perderam para a temporada 2016 jogadores que foram responsáveis por 15,85% dos snaps na temporada 2015.

Esse percentual deixa os Patriots como o 4º time da NFL com o menor percentual de snaps perdidos em relação ao ano anterior, e o que menos perdeu em sua divisão, a AFC East. Isto é, a maioria do elenco está de volta para esta temporada.

No entanto alguns jogadores com grande quantidade de snaps em 2015 não retornaram.

ATAQUE

O ataque dos Patriots perdeu apenas 9,42% dos snaps da temporada anterior. As maiores perdas foram o wide receiver Brandon LaFell (672 snaps em 2015) e o tight end Scott Chandler (385 snaps em 2015). Mesmo perdendo vários jogos por lesão, LaFell e Chandler foram responsáveis por uma boa quantidade de snaps em sua última temporada nos Patriots.

A situação do ataque, portanto, não é preocupante. Considerando-se que LaFell não conseguiu repetir em 2015 a ótima temporada de 2014, e que Chandler jamais se encaixou no ataque, é possível dizer que essa quantidade de snaps será facilmente igualada (e até ultrapassada).

Se tudo correr bem, Julian Edelman aumentará consideravelmente sua quantidade de snaps em 2016, tendo em vista que na temporada passada o jogador ficou de fora de quase metade dos jogos.

Já em relação à posição de tight end, as expectativas são enormes em relação ao recém-chegado Martellus Bennett, que certamente terá uma produção (e uma quantidade de snaps ofensivos) superior a Scott Chandler.

snaps
Brandon LaFell deixará um espaço a ser preenchido no ataque dos Patriots.

DEFESA

Em relação à defesa, pode-se dizer que as perdas forem mais notáveis. Os Patriots perderam o equivalente a 22,28% dos snaps defensivos, sendo as principais ausências o defensive end Chandler Jones (880 snaps em 2015) e o linebacker Jerod Mayo (402 snaps em 2015).

Chandler Jones, agora no Arizona Cardinals, fez uma ótima temporada regular em 2015, tendo sido indicado ao Pro Bowl. Isso faz com que ocupar seu lugar (e número de snaps) não seja uma tarefa fácil. Sua vaga deve ser preenchida através da ascensão de Jabaal Sheard, que aumentou seu número de snaps à medida que a temporada 2015 ia avançando, e da chegada de Chris Long.

Já Mayo (aposentado), que teve problemas de lesão constantes nas últimas temporadas, já havia perdido espaço para Dont’a Hightower e Jamie Collins. Quando esteve ausente, cedeu lugar geralmente a Jonathan Freeny, que não conseguiu jogar em alto nível.

Não podemos esquecer que Collins e Hightower deverão ter seu percentual de snaps aumentado em 2016, tendo em vista que ambos perderam jogos por lesões em 2015.

Além deles, a chegada de Shea McClellin deve ajudar a suprir a ausência de Mayo. Ainda que tenha iniciado os treinos como defensive end/outside linebacker, McClellin tem experiência jogando no miolo da defesa.

snaps
Bill Belichick terá trabalho para substituir Chandler Jones.

Portanto, os Patriots entram em 2016 com a base da equipe mantida e com a adição de jogadores que possuem grandes chances de superar seus antecessores em quantidade e qualidade dos snaps.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.