O aumento da produtividade do Front 7 nestes playoffs

Elenco Patriots Trey Flowers Front 7 franchise tag

É nítido quando assistimos os dois jogos dos playoffs, que o front 7 de New England vem jogando bem e fazendo a diferença nas vitórias do Divisional e Final da AFC.

Vamos ver então nos números, o quanto essa produtividade aumentou da temporada regular para a pós-temporada.

O aumento da produtividade do Front 7 nestes playoffs

Até aqui foram 11 sacks, 6 hits, 22 hurries e 40 pressões geradas em Marcos Mariota e Blake Bortles.

Na temporada regular, totalizando os 16 jogos, tivemos 42 sacks, 44 hits, 148 hurries e 231 pressões.

Isso nos dá uma melhora na média por jogo em todos os quesitos, especialmente nos sacks:

SACKS

2.62 por jogo na regular
5.5 por jogo nos playoffs
111.5% de melhora

HITS

2.75 por jogo na regular
3.0 por jogo nos playoffs
9% de melhora

HURRIES

9.25 por jogo na regular
11.0 por jogo nos playoffs
18.9% de melhora

PRESSÕES

14.43 por jogo na regular
20.0 por jogo nos playoffs
38.6% de melhora

Efeito Trey Flowers

Falamos aqui que já esperávamos um crescimento de Trey nestes playoffs, já que no ano passado, ele conseguiu o mesmo efeito nos jogos decisivos. Porém, Flowers nesta vez, vem fazendo ainda mais do que esperávamos.

Nos quatro quesitos citados acima, ele é o líder do front 7 em todos, menos nos sacks. Destaque para os hits, onde Trey possui 5 dos 6 conquistados até aqui.

Mas não é só ele

Outro fato interessante que podemos observar é que mais jogadores no front 7 estão conseguindo gerar números em janeiro.

Na temporada regular, foram 4 jogadores responsáveis por 8% ou mais dos sacks totais do front 7. Nestes playoffs o número mais do que duplica, tendo neste momento 9 jogadores com 8% ou mais da produção.

Nos hurries também tivemos uma ligeira melhora, já que foram 4 jogadores com 10% ou mais na regular e 5 em janeiro.

Na pressão em geral, subimos de 3 para 5 jogadores responsáveis por 10% ou mais.

Destaques para Geneo Grissom, que aparece entre os melhores em quase todos os quesitos mesmo sem ter participado da partida contra os Jaguars e Adam Butler, que vem mostrando que falta de experiência não é problema para ele e também desponta entre os melhores.

O front 7 faz o seu trabalho na frente e com isso a secundária se beneficia de um passe menos pensado e preciso. O contrário também acontece quando a secundária força o quarterback a segurar a bola e dá mais tempo aos gigantes da frente. Assim New England vem vencendo jogos e se prepara para mais um Super Bowl!

Nós explicamos como as jogadas funcionam em vídeo na coluna De Dentro do Campo. Assista.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 4 comentários

  1. O trabalho do Flowers é invisível, boa parte dos Sacks ele não é o responsável pela derrubada, mas foi ele que implodiu o Backfield e forçou o QB a se mover ou algo do gênero.
    A chegada do Harrison também é muito importante, agora temos 4 DE’s para fazer a rotação, com 3 era muito difícil dos jogadores estarem com gás.

  2. Imagina se o Hightower não tivesse machucado… esse front 7 ia ser uma máquina!

  3. Achei que poderia ter citado a chegada do Harrison, a primeira partida dele na temporada regular foi excepcional, nas demais, com a marcação nele carregada abriu espaço para outros também aparecerem.

  4. Concordo que o flowers é um monstro. Mas tem horas que a secundária ainda demora um pouquinho pra perceber a jogada… .ainda falta um grande momento de Malcolm Buttler….acho que virá no sbLII. Abraço patriotas!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.