Quais as prioridades dos Patriots no draft?

O Draft 2015 da NFL se avizinha, e nessas últimas horas é de longe o assunto dominante da offseason.

Milhares de analistas de futebol americano, jornalistas, bem como torcedores comuns têm feito seus mocks e previsões sobre os diversos times e quais serão suas escolhas. A tarefa é difícil, mas igualmente divertida.

Nestes últimos dias, decidi dar uma olhada no elenco do New England Patriots. Com ajuda do ilustre torcedor bostoniano Mike Dussault, que elaborou o “depth chart” abaixo, resolvi visualizar os titulares e reservas imediatos da equipe para tentar descobrir quais as áreas em que o time está mais necessitado de talento.

Abaixo, os deph charts do ataque e da defesa:

ATAQUE

tumblr_nnh6v1Gd4h1qbdxb2o2_1280
Clique na imagem para ampliar.

Com relação ao ataque, grande tem sido o clamor de torcedores para que os Patriots selecionem um wide receiver de talento na primeira rodada, como tem sido comum nos últimos anos. Além disso, muitos indicam que, se um running back de talento como Todd Gurley deslizar até a posição de nº 32, o New England deveria selecioná-lo.

Longe de mim querer desprezar opiniões nesse sentido ou ter a pretensão de deter a razão, mas ao visualizar os jogadores da posição, opção não me resta a não ser dizer que a principal prioridade do ataque, bem à frente da segunda, é a linha ofensiva.

A linha titular foi bem ano passado, como repetimos várias vezes ao longo de posts, twitter e podcasts. Também cansamos de dizer que quando Bryan Stork esteve fora, posições foram alteradas e a linha sofreu.

Vendo o depth chart, de cara visualizamos que Stork não tem um substituto. Claro que Ryan Wendell já foi center e pode fazer essa função, mas caso essa necessidade se mostre tem início uma série de mudanças. Quem seria right guard caso Wendell precise assumir a função de center? Josh Kline? Vimos que isso não deu certo ano passado.

davis_necin14_spts
Linha ofensiva precisa de jogadores em condições de contribuir.

Além disso, Dan Connoly, um dos pilares da linha em 2014, ainda é free agent, e não se vê muitas notícias de que vá assinar com a equipe.

Na posição de tackle, temos dois ótimos titulares e um bom reserva em Marcus Cannon. Mas em uma eventualidade de ambos os titulares não poderem atuar, teremos problemas.

Assim, entendo que no ataque a linha ofensiva deve ser prioridade nesse draft. O ideal seriam dois jogadores, um center e um guard. Caso não seja possível, os Patriots deveriam tentar um jogador versátil que pudesse atuar nas duas posições.

DEFESA

tumblr_nnh6v1Gd4h1qbdxb2o1_1280
Clique na imagem para ampliar.

Já no lado defensivo, muitos ainda não superaram as saídas de Darrelle Revis e Brandon Browner, clamando para que New England vá forte atrás de um cornerback no primeiro round.

Novamente, já me manifestei no sentido de que não se substitui facilmente a dupla que saiu, já que perdemos um dos melhores corners da liga (pra mim o melhor).

No entanto, ao olhar o elenco, salta aos olhos a gritante necessidade do time de pelo menos um defensive tackle que venha para contribuir de imediato.

A perda de Vince Wilfork, mesmo levando-se em conta que ele não vinha atuando no seu melhor, vai ser sentida se entrarmos na temporada com os jogadores atualmente no time.

Chris Jones e Sealver Siliga (principalmente este) tiveram boas atuações com a camisa dos Patriots. No entanto, eu lhes pergunto: você confia nesses jogadores para parar o jogo terrestre dos adversários? Eu tenho minhas dúvidas.

chris-jones-sealver-siliga-nfl-buffalo-bills-new-england-patriots1-850x560
Conseguiremos parar os ataques terrestres com Siliga e Jones?

Ano passado draftamos o promissor Dominique Easley. No entanto, Easley não é propriamente um “run stuffer”, ou seja, um jogador a la Wilfork no sentido de fechar os gaps e bloquear o jogo terrestre. Ele pode fazer essa função, mas seu forte é o pass rush pelo interior da linha, aspecto que tem feito falta aos Patriots nas últimas temporadas.

Sem desprezar a secundária, ainda acho que a posição de defensive end deveria vir logo em seguida a defensive tackle.

Chandler Jones e Rob Ninkovich são os titulares inquestionáveis, e o time trouxe o free agent Jabaal Sheard para ajudar na rotação. No entanto, questões ainda cercam os demais jogadores da posição, como Zach Moore e Michael Buchanan.

Não se pode permitir que Rob Ninkovich, por exemplo, participe novamente de mais de 90% dos snaps da temporada. Sheard vai ajudar na posição, mas acredito que mais um jogador de talento é necessário, a não ser que Moore ou Buchanan dêem um salto de qualidade.

17238995-mmmain
Jabaal Sheard deve ajudar no pass rush, mas só ele basta?

Por fim, cornerback. Sei que dúvidas também cercam a posição, como por exemplo, saber se Bradley Fletcher vai ser o ótimo jogador de 2012 ou o que sofreu bastante em 2013 e 2014.

No entanto, Malcom Butler (o herói) e Logan Ryan foram muito promissores em seus primeiros anos, com Ryan caindo um pouco como sophomore. Assim, Ryan precisaria recuperar sua forma de calouro e Butler repetir o que fez em 2014. Com isso, a necessidade de um cornerback vir pelo draft ficaria menos urgente.

Novamente, cada um enxerga o elenco de uma forma, e essas são apenas opiniões sobre as posições.

Nós, do Patriotas, gostaríamos de saber a sua opinião, torcedor. Será mesmo que temos que selecionar um cornerback na primeira rodada? Jones e Siliga podem ser titulares e parar o jogo terrestre adversário? Nossa linha ofensiva tem jogadores suficientes para aguentar 16 semanas?

Deixe sua opinião nos comentários, vamos procurar achar a solução para as carências do nosso elenco campeão!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 4 comentários

  1. A principal prioridade para os Patriots é um NT clássico, capaz de parar o jogo corrido, acredito que será escolhido na primeira rodada. Na segunda rodada acho que ainda estará disponível alguns bons OG (espero que A.J. Cann), que são outra necessidade, pois nossa linha ofensiva tem poucas opções.

  2. Eu iria de OL no 1st round, mas caso sobre um ótimo NT, eu o draftaria. CB só no 2nd Round em diante, a não ser que Bill B. Faça uma trade up e drafte um no 1°, oque acho difícil.

  3. De todos os anos, esse é o que menos valeria a pena um trade down. O elenco tem poucas carências, e não haveria espaço para mais rookies.

    O problema é que é no 2o dia que há a maior concentração de valor desse draft. O já citado AJ Cann seria uma ótima aquisição, mas é seria “caro” gastar um 1st nele. O mesmo vale para os meus wrs preferidos: Dorial Green-Beckham e Nelson Agholor.

    Eu sou um dos poucos, mas meu draft começaria pelo Shane Ray, se sobrar até o pick 32., apesar de tudo noticiado hoje.

  4. Muito boa análise. Sem dúvida, na minha opinião é OL/C e DT e CB.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.