O que esperar de Jimmy Garoppolo nos primeiros jogos

Pela primeira vez desde 1998, não teremos nem Tom Brady nem Peyton Manning na semana um da temporada regular. Jimmy Garoppolo toma as rédeas em Foxborough enquanto Brady paga a suspensão de 4 jogos instituída pela liga.

O que esperar de Jimmy Garoppolo nos primeiros jogos

Enquanto decidimos o que esperar de Jimmy Garoppolo nesse primeiro mês de temporada, que tal lembrarmos dos primeiros quatro jogos de Brady como titular? Embora Garoppolo não tenha a mesma habilidade de Brady, a filosofia não muda na Nova Inglaterra. Um QB deve ter foco em ser inteligente no campo quando veste o uniforme patriota. Foi isso que deu a Tom Brady a vaga de titular em 2001.

 

Garoppolo
Brady em seu segundo jogo como titular.

A história de Tom Brady já foi contada milhares de vezes. Um QB no seu segundo ano, draftado na posição #199, teve a difícil tarefa de substituir um QB consolidado. No caso de Drew Bledsoe, não foi uma suspensão, mas sim uma lesão que o tirou dos gramados e jogou o jovem Tom Brady, aos 24 anos, no comando do time da Nova Inglaterra.

Em 2001 Brady tinha ainda menos experiência que Jimmy. Em dois anos, Jimmy já trabalhou em 11 jogos. Brady só havia entrado em 1 jogo. Ele assumiu quando Bledsoe foi poupado no fim da partida.

Depois de herdar o emprego de Drew Bledsoe, Brady teve bons números nos 4 primeiros jogos como titular em 2001. 74-121 nos passes, 61% de aproveitamento. No final os Pats venceram 3 dos 4 jogos, duas vitórias sobre o Indianapolis Colts de Peyton Manning e uma sobre o San Diego Chargers e perderam um jogo para o Miami Dolphins.

Mas o que mais impressionou nesse período não foram os números de Brady, mas sim, sua inteligência. Brady não lançou nenhuma interceptação nesse período. Sua capacidade de tomar decisões rapidamente foi o que mais impressionou os Patriots.

Brady logo percebeu que se ele colocasse a bola nas mãos dos jogadores importantes do ataque, eles fariam a diferença. E com isso ele teve 5 TDs e um QB Rating de 95.1 nos 4 jogos. Junte tudo isso com o fato de ele ter passado dos 60% de passes completos e é fácil entender por que ele se encaixou tão bem no ataque e acabou ficando com o emprego.

Nesses 4 jogos, Tom teve um ótimo jogo, uma vitória na prorrogação sobre os Chargers, quando ele teve 33-54 para 364 jardas e 2 TDs, e um jogo ridículo contra o Miami Dolphins, quando ele teve o pior jogo de sua carreira. Ele teve 12-24 para 86 jardas nesse jogo. Tom ainda teve dois bons jogos contra os Colts e venceu os dois.

Devemos lembrar também que os Patriots tiveram uma boa atuação defensiva naqueles jogos. Mesmo com a derrota por 30-10 para os Dolphins, a defesa patriota teve bons números com 21.5 pontos cedidos por jogo e roubou a bola 8 vezes, o que deu a Brady ótimas posições de campo e permitiu que ele colocasse pontos no placar.

E quanto a Jimmy? Ele tem ótimas peças no ataque que podem fazer a diferença num jogo, e tem uma defesa talentosa do outro lado da bola. Gronk, Edelman, Amendola e Blount podem sim fazer a mesma diferença que o grupo que Brady tinha em 2001 fez. E a defesa de 2016 tem a mesma capacidade que a de 2001 tinha de manter o time no jogo.

No final das contas, Garoppolo tem sim uma boa chance de jogar bem e manter o time em alto nível. E talvez até atingir a mesma marca de 3-1 dos quatro primeiros jogos da era Tom Brady em Foxborough. Se ele vai cumprir essas expectativas só o tempo dirá. Mas o torcedor patriota não deve desanimar, pois 15 anos atrás, ninguém sabia quem era Tom Brady.


Siga nosso Twitter para uma cobertura diária dos Pats.

Entre na nossa promoção para concorrer a uma camiseta FREE BRADY.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.