O que levou os Patriots a trocarem Jamie Collins?

A notícia da troca de Jamie Collins para o Cleveland Browns pegou o mundo da NFL de surpresa. Com a cabeça mais fria, pude pensar melhor sobre ocorrido e responder para você: o que levou os Patriots a trocarem seu linebacker?

O que levou os Patriots a trocarem Collins?

Quando li a informação da troca, fiquei em estado de choque, literalmente. Pensei que era falsa, chequei todas as fontes possíveis antes de tuítar:

Como de costume, faço um comentário sobre o ocorrido, porém, pouco consegui pensar a respeito. De primeira leitura, na minha cabeça veio: “Belichick está completamente maluco”. Contudo, as verdades foram chegando, e deixando tudo mais claro.

Jamie Collins não queria mais jogar no New England Patriots, muito menos sob as ordens do coordenador defensivo, Matt Patricia, com o qual teve uma discussão forte, segundo o insider Mike Loyko durante a partida contra os Bills.

Collins queria um dinheiro que nunca receberia aqui, uma quantia semelhante a do MVP do Super Bowl 50, Von Miller. Ele não é o jogador que Miller é, poderá até ser, mas hoje não.

Minutos depois do anuncio da troca, o agente de Jamie, Bus Cook, falou que seu cliente estava “empolgado de ter deixado os Patriots”. Quem fica empolgado em sair do melhor para o pior time do século XXI?! Para complementar, Cook disse que se aqui não querem, tem gente que quer.

Michael Lombardi, amigo pessoal de Belichick e ex-colaborador de New England, não poupou críticas a Collins. Disse que o jogador não estava mais seguindo os comandos da sideline e fazia o que queria no campo.

Collins
Lombardi e Belichick

Collins nunca foi considerado um jogador bom de vestiário, mas também nenhum problema tinha sido evidenciado com ele. Até agora. Há muito mais coisas “de baixo do pano” em Foxborough do que sabemos.

Caso Jamie ficasse em New England até o fim do ano, e depois saísse, provavelmente receberíamos uma escolha compensatória em 2018, o que seria melhor do quê a troca, já que contaríamos com ele até o fim deste ano.

O problema é: vale a pena manter um jogador completamente insatisfeito no elenco? Belichick não quis arriscar. E isso pode ter custado “as rédeas” do elenco, mesmo sendo impensável estes casos nos Pats.

Alguns jogadores dos Patriots se proclamaram nas redes sociais, sendo a fala mais enfática a do capitão Devin McCourty: “Jamie Collins é discutivelmente nosso melhor jogador defensivo.”

Lá em Boston, tem repórteres falando que esta troca serviu para Bill mandar um recado para seus jogadores da defesa de que não está gostando do que está vendo. Tenso.

Por sorte, estamos na bye week, quando muitas coisas serão reajustadas. Vamos confiar em Belichick, pois ele tem 6 anéis e sabe o que faz.

Ps.: Está certo que Collins fez tudo pelo dinheiro, mas na NFL, você pode sofrer uma lesão a qualquer momento, a qual te tira da temporada, além do jogo exigir muito do físico de um atleta, principalmente de um linebacker. Ele só quis se estabelecer financeiramente, se bem que ao meu ver eu preferia receber $11 milhões por temporada ao invés de $17 milhões para perder todo jogo.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 6 comentários

  1. Acho que o fato dele querer mais do que estávamos oferecendo, a essa altura do campeonato seria o últimos dos motivos para trocá-lo. Acho que o determinante foi essa insatisfação com o papel dele no time, que o levou a começar a fazer o que queria. Isso é muito sério, pois seria um câncer no mantra “Do Your Job”. Essa questão do faça o seu trabalho não é para qualquer um. O Welker saiu do Patriots para ganhar menos no Broncos pq não suportava mais a rigidez do Do Yor Job. Muitas das estrelas que saem do Patriots reclamam dessa mão de ferro do Belichick quanto ao papel de cada um no time.

    1. A proposta dos Patriots pro Welker foi parecida com a dos Broncos, mas menor. Ele ficou indignado com Bill Belichick por isso.
      Mas sim, Collins aparentemente já estava insatisfeito e viu que não pagariam por ele o que ele acha que merece. BB não tem dó de ninguém, o negócio dele é fazer o time funcionar e continuar vencendo.

  2. Acho que com tudo isso ocorrendo nos bastidores uma troca seria o correto a fazer. Só me admira o fato de que ninguém ofereceu nada melhor. Considerando que nós não devemos ter conversado com outros contenders ou rivais de divisão.

    1. BB deve ter ouvido proposta de todos que fizeram, e o fato de Collins ser FA ano que vem impacta muito. É quase um aluguel por meia temporada pros Browns.
      Sobre rivais de divisão, ele mandou Bledsoe pros Bills, isso não seria problema.

    2. Algo melhor que uma compensatória de 3 rodada seria bem difícil… É o mais algo que pode ter em compensatória…
      Talvez a troca por outro jogador, mas quem tem jogador para trocar no nível de Collins??? É complicado…
      E qualquer troca com times da divisão seria muito pior e qualquer outro time que tenha o minimo de chances seria ajudar um possível rival a qualquer momento.

      Então basicamente sobra aqueles times que você sabe que não vai a lugar nenhum… Browns, Titans, 49… etc…
      E o BB tem uma ligação muito forte com o Browns, pois é só lembrar que temos quase meio time titular que veio de lá…
      E no final… tem o peso de você sair de um time candidato a SB e ir para outro que você vai passar no minimo 1 temporada e meia sofrendo com derrotas….

  3. “…eu preferia receber $11 milhões por temporada ao invés de $17 milhões para perder todo jogo…” Cidadão, você tem noção do que é $6 milhões a mais na mão? Se ele encontrar quem pague por ele essa bagatela, ele tem todo o motivo do mundo pra ir se é grana que ele quer. Ainda mais se não estava satisfeito no time como tem sido divulgado na imprensa … mas é uma pena, espero que o Patriots não sinta esta perda.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.