Rafael Belattini: Ao menos o desastre está chegando ao fim

Belattini

Na ânsia por passar menos tempo possível em 2020, saltei alguns fusos horários e caí 5 horas na frente de Foxboro.

Isso quer dizer que bravamente acordei 2h10 da manhã para ver Patriots e Bills. E quem acorda nesta hora não está se importando com a chance de saltar algumas posições no draft. Eu queria uma bela vitória. 

Rafael Belattini: Ao menos o desastre está chegando ao fim

No fim, a única coisa positiva que levei da noite foi ver Bill Belichick arrebentar o telefone após o equivocado desafio. Com o jogo já bem perdido e a temporada no vinagre, foi bom ver que ainda tem alguém indignado. 

Mas foi triste passar o terceiro jogo sem ver uma campanha terminar com 7 pontos no placar. Pois esse foi o resumo: nunca estava tudo certo.

Na primeira campanha, quando Josh McDaniel inovou, Cam Newton acertou um passe mais longo, o que vimos foi Byrd, que até tem sido um alvo confiável, dropar. Depois, no nosso touchdown, Folk, o kicker confiável, errou o extra point. 

O time é um desastre e ainda bem que não vai para os playoffs. Nosso sofrimento acaba no domingo, de qualquer jeito.

O ANO TERMINA, E COMEÇA OUTRA VEZ

Fim de ano tem mais do que piada de pavê e música da Simone, mas algumas coisas realmente precisam ser tradição. Por exemplo, eu sempre gosto de avaliar como foi o meu ano, e é muito ruim fazer isso com o New England Patriots.

Começamos com aquela tragédia no dia 4 de janeiro, na eliminação precoce diante do Tennesse Titans, ainda na rodada de Wild Card, e terminamos com um fim ainda mais cedo, fazendo jogos sem chances de sonhar.

Vimos Tom Brady fazer o que pareceu por muito tempo inimaginável, mas agora ele não só veste outra camisa como ainda levou Rob Gronkowski para ficar com ele. E ainda teremos que suportar a alegria deles por mais uns dias (ou nos alegrarmos um pouco juntos).

Definitivamente não foi um ano bom para o torcedor dos Patriots, mas conseguimos nos divertir um pouco neste meio do caminho, ou vocês já se esqueceram da euforia das primeiras semanas do Cam Newton’s Experience?

O mais importante agora é lembrarmos que nada melhor do que um dia após o outro.

Uma dinastia de 20 anos não tem precedentes e é pouco provável que se repita, já que o salary cap foi criado justamente para evitar coisas como essa.

Fica aqui meu desejo para que todos tenham um 2021 muito melhor que o malfadado ano de 2020, e com alegrias não só dentro do campo.

E já que não tínhamos torcida no Gillette Stadium, que tal fingir que este ano nem teve temporada?


Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Acompanhe o Patriotas no Instagram clicando aqui.

Imagem de capa de autoria de David Butler II-USA TODAY Sports.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.