Rafael Belattini: No louco 2020, os Patriots serão uma experiência para se curtir semana a semana

Belattini

O combinado, já me dizia um antigo chefe, não sai caro nem barato. E minha palavra aqui para a equipe do Patriotas é de que eu escreveria durante toda a offseason. Talvez não semanalmente, mas com uma frequência para contar histórias do passado e projetar nosso futuro.

Mas quis o destino que um vírus mudasse a vida de todos nós. Apesar da ordem ser de isolamento, a rotina ficou de ponta cabeça – e toda pessoa que tenha uma criança de cinco anos em casa vai entender minha ausência.

Era mais fácil achar uma boa jogada do ataque naquela partida de Wild Card Round do que tempo para sentar e escrever.

A espera por setembro foi mais estranha do que nunca, com certeza, e não vou negar que aquelas horríveis partidas de pré-temporada me fazem falta.

Enfim, está chegando a hora e talvez seja necessário voltar a 2001 para lembrar de uma temporada em que entramos com um sentimento semelhante ao de hoje. A vontade de sofrer em mais um Super Bowl existe, como sempre, mas em nossas cabeças aparecem mais dúvidas do que certezas.

Agora que Tom Brady e Rob Gronkowski estão se divertindo em Tampa – e quem diria que essa não é a cena mais estranha do ano? – estamos tentando entender como será nosso ataque.  

Com Cam Newton, não teremos mais um QB caindo em posição fetal ao menor toque dos defensores rivais. E quão angustiante será ver nosso quarterback indo para cima, buscando o choque?

Será que Bill Belichick e McDaniels vão “sair da caixa” e mandar para campo formações criativas abusando da mobilidade que não tivemos nos últimos 20 anos? E nossa defesa, vai conseguir manter o ritmo absurdo do ano passado mesmo com todas as perdas na free agency e aqueles que optaram por não jogar por questões de saúde?

Essas respostas começarão a ser respondidas em breve, mas definitivamente entraremos numa temporada diferente.

A cabeça da maioria do torcedor – muitos mal acostumados – não pode estar voando apenas para fevereiro. Deve sim é “saborear” cada uma das semanas, reparar nos detalhes de evolução, e não se iludir completamente com o papo de que “o que vale é janeiro”.

Esse é um time novo, uma experiência inédita, mas estamos em boas mãos.

Pois nesse cenário caótico que a pandemia proporciona e nos faz projetar, a melhor coisa que poderíamos pedir era ter uma comissão técnica inteligente e capaz de encontrar soluções em pouco tempo.

Se na NFL uma lesão pode levar um time de candidato ao título à primeira escolha do draft, adicione à equação um vírus que tem espalhado pânico ao mundo, se espalha facilmente e pode tirar todo o setor de um time de ação por duas semanas.

Não entramos em 2020 como os favoritos, mas acredito que vamos brigar forte, dando trabalho para qualquer outra equipe na temporada. Qualquer coisa menor que uma semifinal da AFC será frustrante para mim.

In Belichick I trust.


Rafael Belattini

Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

  1. In Bill I don”t trust so much desde SB 52 com Butler no banco por puro capricho do BB mesmo tomando 41 pontos. Mesma coisa com o Chandler Jones. BB e genial mas o ego ficou maior que o genio.Depois que li os trechos do livro The Dinasty sobre todo o sacrifício que TB fez para jogar com a mão costurada, mesmo assim lançando 505 jardas e sendo mal tratado pelo BB e ainda não fizeram o mínimo esforço por mais um ano ? ? De que adiantou ele reduzir salário se BB não deu armas que ele precisava? Vejam os Bucs aproveitando a janela do TB.

  2. P.S. Sorry pelo desabafo, sou fã desde 2007 mas comecei a me decepcionar. .o Patriot Way virando tirania. .

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.