Rafael Belattini: A Santíssima Trindade dos Patriots

Rafael Belattini Santissima Trindade Patriots

Metade da temporada já se foi e aquele verdadeiro teste não veio. Porém, a sequência que se apresenta promete trazer desafios para Bill Belichick e companhia.

Com aquele “clima de Foxboro”, como bem destacou Tom Brady, a vitória foi mais uma vez pavimentada pela impressionante defesa, que provocou turnovers em três campanhas ofensivas dos Browns consecutivas.

Aliás, vale destacar a 300ª vitória da carreira do treinador, que se tornou o terceiro a ultrapassar a barreira das três centenas, ao lado de Don Shula (347) e George Halas (324). Que venham muitas mais.

EM NOME DO PAI, DO FILHO E… DE JEROD MAYO

No fim da partida, a transmissão da CBS colocou na tela a “Santíssima Trindade” de Foxboro: Bill Belichick, o pai, Stephen Belichick, o filho, e Jerod Mayo, que está longe de ser um espírito santo.

A intenção era descobrir quem, afinal, estava chamando as jogadas da defesa e, para Tony Romo, é o jovem Belichick quem está no comando, mas também poderia ser Bill, falando palavras aparentemente soltas que seriam códigos. Enfim, ainda não sabemos.

Seja quem for, o trabalho segue sendo muito bem feito. E não me venha dizer que isso acontece pelos adversários serem fracos, pois os números dos mesmos quarterbacks quando enfrentaram outros adversários na temporada são bem melhores do que quando encaram os Patriots.

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Apesar da defesa ser espetacular como um grupo, é injusto não destacar individualmente aqueles que brilharam no Gillette Stadium. Para começar, Jonathan Jones, que não desistiu da jogada que parecia perdida e forçou um milagroso fumble de Nick Chubb.

Lawrence Guy, tão importante durante todo o ano, acabou sendo premiado – e dá para dizer que literalmente – por Baker Mayfield no lance mais bizarro em muito tempo, interceptando um toss.

Agora, outro monstro que não cansa de acariciar sua barriga e mostrar que está com muita fome é Jamie Collins, que abraçou a ideia da “lei do ex” e segue impressionando a torcida em seu retorno ao time.

E O ATAQUE?

Como foi dito, a defesa foi novamente a grande responsável pelo 8º W na tabela. Não que o ataque tenha ido mal, mas ainda está longe demais de ser aquilo que todos nós imaginamos no começo de setembro.

Brady segue trocando o posto de “melhor quarterback no esporte” pelo de “melhor gerente de ataque”. Se não brilha sempre, é eficiente ao extremo e ainda acerta uma ou outra bola longa quando é necessário. Já falamos aqui: os olhos dele estão voltados para janeiro.

O QUE ARRUMAR

Depois de tanta moleza, os Patriots aparentemente terão um desafio complicado antes da semana de descanso. Fora de casa, no Sunday Night Football, o Baltimore Ravens tem tudo para ser o primeiro grande teste da temporada.

Contra o segundo melhor ataque da temporada, a defesa dos Patriots precisa melhorar na hora de parar o jogo corrido. Chubb, apesar dos dois turnovers, terminou o jogo com 131 jardas terrestres, e boa parte delas veio depois do primeiro contado, reforçando um problema que já destacamos por aqui.

Lamar Jackson, que tem rodinhas nas pernas, pode se aproveitar disso para tentar evitar o fatídico destino que geralmente aguarda jovens quarterbacks que encaram Bill Belichick, principalmente para aqueles do Draft de 2018 – não é Baker e Darnold?

Além disso, seguiremos esperando uma atuação melhor do ataque. Quem sabe com Sanu mais envolvido no playbook, um trabalho melhor da linha ofensiva – Wynn ainda não pode voltar a jogar –, mais dos tight ends e do jogo corrido. Vamos aguardar.


Rafel Belattini

Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.