Rafael Belattini: Sem se enganar, o foco agora é atrapalhar

Belattini

A Tatiana Cazorla já explicou o cenário apocalíptico que precisa acontecer para o New England Patriots chegar aos playoffs. O Five Thirty Eight, da ESPN, aponta 2% de chances, mas convenhamos, está na hora de puxar o plug e deixar a NFL ser apenas mais uma memória ruim neste ano tão horrível.

A falta de poder de reação contra o Los Angeles Rams deixou claro que não faria o menor sentido irmos para a pós-temporada.

Rafael Belattini: Sem se enganar, o foco agora é atrapalhar

Agora, já foi. É hora de fazemos planos descontraídos para os playoffs, sem a tensão de dia de jogo, e também vestirmos a roupa da galhofa, pois apenas um time será o campeão, então teremos 13 franquias de quem rir no próximo mês.

Se nós podemos nos divertir sem preocupação, o time precisa estar focado. Por mais que Bills e Dolphins devam garantir vagas na pós-temporada, é hora de dar uma atrapalhada no caminho e mexer com a cabeça deles. E sobre os Jets… bom, se tivesse como perder para eles, até torceria para isso.

 Bill Belichick precisa cumprir a promessa de não ter dias de folga e também aproveitar para trabalhar nas semanas antes do Super Bowl que ele considerava uma vantagem para os adversários. Muita coisa precisa ser feita.

Para começar, é mandatório um bom draft. Nada de trade down que vira um defensor de Rutgers, ou de erros nas escolhas como tivemos nos últimos anos. Desta vez o tiro precisa ser certeiro.

E antes que a mente de muitos vá atrás daquele papo de que deveríamos ter aberto mão da temporada, feito o famoso “tank”, é bom esclarecer que isso não existe em uma franquia séria. Não pode existir.

Não faltam exemplos na liga para comprovar que ter a primeira escolha do draft resolva algo, e nós somos exemplos de que é possível montar times bons escolhendo (bem) no fundo da classe.

Com um time que perdeu muitas peças na free agency e também com os opt-outs da Covid-19, conseguimos fazer uma campanha decente, com bons momentos, empolgante em seu início e que com alguns ajustes manteria nossa supremacia na AFC Leste. Então, esqueçam isso, pelo amor de Deus.

Outra história que precisa ser deixada de lado é a crença de alguns que todo o problema do ataque acontece por uma falta de criatividade ou coragem de Josh McDaniels. Olhando o elenco, por mais que ele me irrite em muitos momentos, acho que a análise fria deve ser dele fazer o que é possível.

Falávamos um pouco disso no ano passado e os problemas só aumentaram. Com um time limitado, por mais que a saída pareça ser inventar algo diferente, fica complicado você exigir algo de quem não consegue fazer o básico.

Se Cam Newton erra a leitura, tem um release lento e não conta com alvos confiáveis, como é que eu vou preparar um playbook forrado de jogadas diferentes? E você teria coragem de fazer uma chamada que tem grandes chances de acabar virando meme?

Não dá para fazer um banquete com quem não consegue sequer fazer um feijão com arroz.

2020 foi um desastre em diversos sentidos e todos têm sua parcela de culpa. TODOS, assim, em letras garrafais, sem exceção, para não dar margem de interpretação.

O desejo é para que fechemos bem a temporada, com a chance que temos de atrapalhar todos os rivais, e depois aproveitemos o mês extra tão atípico para pensarmos em como mudarmos essa história.

No days off, ele disse. Então que assim seja.


Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Acompanhe o Patriotas no Instagram clicando aqui.

Foto de capa de Will Lester, Inland Valley Daily Bulletin/SCNG.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

  1. Análise perfeita. Com tantos aventureiros dando palpite, é ótimo ler quem realmente conhece o time e o esporte. Parabéns !

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.