Rafael Belattini: Uma nova esperança

New England Patriots AFC East Champions Rafael

Se meus pedidos para o Papai Noel tivessem sido um final decente para a saga de Star Wars e um jogo que me fizesse acreditar no New England Patriots, ao menos um dos desejos teria sido atendido na última semana.

Enquanto J.J. Abrams me deixou com muitos motivos para criticar, o grupo comandado por Bill Belichick colocou um calorzinho no coração na vitória contra o Buffalo Bills, garantindo o título da AFC Leste pela 11ª vez consecutiva.

Pois se não foi uma lavada como este clássico costumava ser antigamente, ao menos foi um jogo sólido, com o ataque conseguindo conduzir a bola contra uma das mais complicadas defesas da temporada. Algo que permite um certo brilho nos olhos do torcedor.

Ao contrário das últimas semanas, quando o ataque começou com campanhas que terminaram em belos touchdowns e depois desapareceu, desta vez a coisa parecia que ia ser bem pior.

Ou você ficou confiante quando viu Rex Burkhead – que tanto pedimos para que fosse mais envolvido nas jogadas – acabou soltando a carne na investida de Jordan Poyer?

E ainda tivemos um domínio estranho, com duas campanhas longas: 11 jogadas e 7min26 para o TD de LaCosse (76º alvo de Brady na endzone); e impressionantes 8min58 nas 17 jogadas que percorreram 81 jardas para o field goal de Folk (aliás, jogo bem consistente do kicker).

Mas ainda assim o placar do primeiro tempo terminou empatado, com os Bills não tomando a dianteira por muito pouco.

E mesmo que Josh Allen tenha conseguido fazer algumas grandes jogadas que poderiam levantar questões sobre a nossa defesa, as coisas realmente foram boas para New England.

COM JOGO CORRIDO TUDO É MAIS FÁCIL

Como é bom olhar o box score da partida e ver que New England conseguiu correr 143 jardas, principalmente contra uma defesa que está entre as melhores da liga.

Dividindo o mérito entre as chamadas, a linha ofensiva e também os running backs – Sony Michel terminou com 4,6 jardas por tentativa de corrida – o jogo corrido fez tudo funcionar melhor no ataque.

Como a corrida era claramente uma arma a defesa não podia abandonar completamente os blefes de Brady no play action, abrindo espaço também para os recebedores e grandes ganhos em jogadas de screen pass.

Burkhead, que correu 20 jardas em cinco tentativas, ganhou 77 jardas em quatro passes recebidos, terminando o jogo na frente até de Julian Edelman, que foi alvo seis vezes, recebeu cinco bolas e conquistou 72 jardas (cada uma delas muito importantes, claro).

Bom trabalho da OL abrindo espaços e também protegendo Tom Brady. E quando foi preciso o #12 também deu suas corridas, hein?

N’KEAL HARRY TEM FUTURO

Descartado por muitos logo na primeira apresentação, a primeira escolha do draft de 2019 vai mostrando que está se encaixando bem no ataque. Vamos lembrar que não se trata de um playbook simples e que existe uma enorme pressão em quem recebe passes de Brady.

Em quatro toques na bola o calouro de Arizona State conquistou 39 jardas, sendo que 18 vieram em uma corrida (na segunda vez que tentaram fazer esse tipo de coisa não deu certo).

Harry não vai se transformar em Randy Moss do dia para a noite, mas aparentemente tem a cabeça no lugar para receber críticas, conselhos e sugestões. Se souber ouvir o que vier de Belichick, McDaniels, Brady, Edelman e companhia, poderá se dar muito bem.

OLHAR PARA O FUTURO

A vitória garantiu o título da divisão e deixou os Patriots precisando apenas de mais um triunfo sobre os Dolphins, em Foxboro, para garantir também a folga na primeira semana dos playoffs, pelo 10º ano seguido.

Fazendo o dever de casa no domingo – é obrigação vencer, certo? – ter duas semanas para trabalhar antes daquela época do ano em que as coisas realmente valem vai ser de fundamental importância.

Parecia impossível, mas os Patriots demonstraram aquela evolução que todos gostamos de ver em dezembro.


Rafael Belattini

Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.