Rafael Belattini: Gilmore é o que os Patriots têm de melhor

Stephon Gilmore CB cornerbacks Patriots secundária defesa

Encerrar sequências negativas sempre é bom, principalmente em dezembro. Mas o quanto avitória contra o pior time da temporada pode animar? Muito se depender da defesa, mas pouco se olharmos para o ataque.

Pela segunda semana seguida os Patriots começaram o jogo no ataque e mandando uma “voadora no lustre”, marcando um touchdown em campanha que animava, conseguindo mover a bola. Porém, o time “caiu com as costas no chão”.

Foram apenas 128 jardas passadas por Tom Brady em todo o jogo. Depois da primeira campanha de 75 jardas e TD, a segunda em que o time mais andou foi de 47 jardas, terminando com um field goal.

Está claro que os problemas destacados desde a semana três vão se repetindo: falhas da linha ofensiva, muitos drops, e, por mais que muitos não queiram ver, um anormal número de passes errados de Brady.

O camisa #12 tem jogadas geniais, como no touchdown de N’Keal Harry, mas também tem errado mais do que o normal, assim como Julian Edelman tem dropado mais do que nunca, sem falar em Sanu e companhia.

GILMORE DPOY

Eu disse que acreditava que os Bengals pudessem fazer um jogo duro e a previsão se mostrou correta no primeiro tempo do jogo, quando eles chegaram até a ter a vantagem de 10 a 7 no placar com a bola nas mãos.

A coisa começou a mudar de figura com mais uma excepcional jogada de Slater no time de especialistas. Por mais que o ataque não tenha capitalizado como gostaria, o field goal foi suficiente para New England ir em vantagem para o intervalo.

Mas a coisa mudou de figura de verdade graças a Stephon Gilmore. Ele interceptou o passe de Dalton na primeira campanha do segundo tempo, dando um campo curto para Brady buscar o TD.

Depois, na posse seguinte de Cincinnati, Gilmore resolveu ele mesmo, interceptando e correndo para a endzone pela segunda vez na temporada.

A PFF mostrou que os quarterbacks que encararam os Patriots tiveram um rating de apenas 32,8 quando lançaram para o lado de Gilmore, pior do que se tivessem jogado a bola para fora sempre (39.6).

Gilmore já tem uma ilha do tamanho da Austrália em seu nome e merece o prêmio de defensor do ano, algo que nem Darrelle Revis conquistou.

E A TAL FILMAGEM?

A polêmica segue – é claro – e muitos preveem uma punição pesada sobre New England pelas filmagens. Mas o material apresentado pela Fox antes do jogo contra os Bengals não me impressionou.

O vídeo, a meu ver, vai totalmente ao encontro das explicações dos Patriots, e o desespero que percebi na voz do responsável pela filmagem foi proporcional ao que qualquer um teria ao imaginar que poderia ter colocado a franquia em grave perigo.

Entendo sim que os Patriots devem ser responsabilizados, afinal foram eles que contrataram a equipe, mas não consegui identificar uma má fé, nem acho que seria um pedido de Belichick. No fim, sem poder contar com o fruto da espionagem (que foi retido pela liga), a vitória veio.

PREPARE-SE PARA O SÁBADO

Quem diria que na semana 16 os Patriots receberiam os Bills em jogo valendo a divisão? E quem imaginaria que existiria tal porcentagem de chance de Buffalo aprontar em Foxboro?

Pois o sábado promete ser tenso para o torcedor de New England. Se o ataque já sofreu até contra a defesa dos Bengals, não dá para esperar que deslanche justamente contra uma das defesas mais chatas da liga.

Mas Josh Allen, assim como foi no fim de setembro, também não terá vida fácil e é fácil prever que será o outro lado da bola quem vai decidir a partida.

O intuito do jogo é ganhar, ganhar e ganhar, então está certa a torcida que cobra atuações boas o suficiente para ganhar. No segundo tempo, com uma melhora e ficando sem um destino melhor por conta da arbitragem, a torcida não vaiou o time e isso mostra que não é uma cobrança apenas por placar, mas por atuação.


Rafael Belattini

Rafael Belattini é jornalista com passagem pela ESPN e cobertura de dois Super Bowls. No Patriotas, Belattini escreve sua coluna semanalmente para falar sobre o seu time do coração, o New England Patriots. Siga Rafael Belattini no twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.