Shaq Mason pode virar o ”novo Chandler Jones”

coronavírus

Como assim? Um guard se tornar um defensive end? Calma, não é nesse sentido! O que pode ocorrer é Shaq Mason, assim como aconteceu com Chandler Jones em 2016, ser trocado antes do início da temporada.

Entenda agora por que.

Shaq Mason pode virar o ”novo Chandler Jones”

Melhor jogador da linha ofensiva dos Patriots na temporada 2017 e um dos melhores guards de toda a NFL, Shaq Mason – infelizmente – está entrando em seu último ano de contrato.

Selecionado na quarta rodada do Draft 2015, Mason evoluiu bastante seu jogo de lá para cá. Apesar de sempre ter sido avaliado pelos scouts como ótimo para abrir buracos para o jogo corrido, ele era considerado cru na proteção ao passe, devido ao estilo de jogo de Georgia Tech ser prioritariamente pelo solo. No entanto, sob o comando de Dante Scarnecchia, ele se transformou em um jogador completo.

Não é por acaso que New England vem obtendo sucesso no ataque terrestre nas últimas temporadas. Em 2016, o RB LeGarrette Blount bateu o recorde de touchdowns corridos dos Pats em uma única temporada, com 18.

Além disso, pesam a favor de Mason sua durabilidade e juventude. O jogador vem de uma sequência de quase 40 partidas seguidas sem se lesionar e tem apenas 23 anos, idade baixa para um atleta indo para sua quarta temporada.

Todos esses atributos fazem do camisa 69 uma das melhores opções da posição na free agency 2019. Como a linha ofensiva – cada vez mais – está sendo uma posição reforçada pelos times, é esperado que Shaq Mason receba um caminhão de dinheiro, e dificilmente o motorista será Bill Belichick.

Na semana passada, o também guard Zack Martin fechou uma extensão contratual com o Dallas Cowboys de seis anos, $84M, sendo $40M garantidos, tornando-se o jogador mais bem pago da posição. Apesar de Shaq Mason não estar no mesmo nível de Martin, ele é quatro anos mais novo e tem potencial para evoluir ainda mais.

Sendo assim, os Patriots se encontram na mesma encruzilhada que tiveram com Chandler Jones em 2016: usufruir mais um ano do melhor jogador da posição ou trocá-lo para não perdê-lo “de graça”? Nessa ocasião, a segunda opção foi escolhida por Belichick.

É verdade que a situação do salary cap dos Pats estava pior em 2016, com Dont’a Hightower e Jamie Collins também projetados para virarem free agents. Todavia, mesmo com um quadro financeiro melhor, não é do perfil de Belichick “abrir o bolso”.

Até por isso, New England utilizou sua primeira escolha do Draft 2018 num jogador de linha ofensiva: Isaiah Wynn. O calouro pode jogar tanto na ponta como no interior do lado esquerdo da linha. Com uma hipotética saída de Mason, ele assumiria como LG, Trent Brown entraria como LT e Joe Thuney seria deslocado para RG.

Dessa forma, não seria surpresa Shaq Mason ser negociado antes da temporada 2018 começar. Bill Belichick gosta de antecipar o pior.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.