Sony Michel explode contra os Dolphins

Sony Michel

Foram necessários três jogos para que os torcedores dos Patriots pudessem ver do que Sony Michel é capaz.

Contra o Miami Dolphins, o running back demonstrou que tem tudo para justificar o investimento feito pelos Patriots no último draft.

Sony Michel explode contra os Dolphins

Quando Sony Michel foi draftado pelos Patriots na primeira rodada do draft 2018, o fato de o time contrariar o histórico de Bill Belichick e selecionar um running back na primeira rodada deixou muitos torcedores desconfiados.

O jogador apenas estreou na semana 2 da temporada regular, tendo atuações discretas em suas duas primeiras partidas pelos Pats.

O desempenho mediano nos dois primeiros jogos trouxe à tona mais questionamentos. Será que Michel vale o que nele foi investido? Bill Belichick desperdiçou mais uma escolha alta de draft?

Primeiramente, é preciso deixar claro que Sony não iniciou a temporada 100%. O running back foi submetido a uma cirurgia na offseason para “limpar” resquícios de outra operação.

Com isso, Michel perdeu grande parte dos treinos da pré-temporada. E isso nunca pode ser ignorado, já que o próprio Bill Belichick faz questão de ressaltar que o prejuízo por perder treinos e atividades na offseason muitas vezes é irrecuperável.

A necessidade, no entanto, fez com que Sony, mesmo em recuperação, fosse elevado à posição de titular. As lesões de Rex Burkhead e Jeremy Hill deixaram os Patriots limitados na posição de running back. Michel tinha que ir a campo.

Finalmente, no terceiro jogo como profissional, o calouro mostrou as qualidades tão exaltadas em seus tempos de Universidade da Georgia. Um running back rápido, ágil para se desviar dos tackles, e forte o suficiente para quebrá-los.

Contra o Miami Dolphins, foram 112 jardas e 1 touchdown em 25 carregadas, uma média de 4,48 jardas por corrida.

O stat mais impressionante de Michel não foi nem o número total de jardas, mas a forma como elas foram conseguidas. 65 das 112 jardas conquistadas pelo running back vieram após o primeiro contato da defesa de Miami.

Michel tem tudo para fazer com James White uma dupla dinâmica de running backs, trazendo vários problemas para as defesas adversárias.

Para maximizar sua utilização, os Josh McDaniels precisa encontrar um meio de integrar Sony Michel no jogo aéreo. Mesmo o calouro tendo jogado bem, os Patriots ainda são previsíveis, já que geralmente, quando Michel está em campo, vem uma jogada de corrida.

Caso consigam fazer da dupla Michel e White ameaças tanto nas corridas quanto no jogo aéreo, o ataque dos Patriots tem tudo para ser um dos mais dinâmicos da NFL nesta temporada.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.