Sucesso dos Patriots nos playoffs depende de algumas melhorias

Patriots

Os Patriots garantiram a classificação para os playoffs com uma rodada de antecedência.

A equipe apresentou na reta final algumas de suas piores atuações no ano, não conseguindo construir um “momemtum” para chegar à pós-temporada.

O sucesso nos playoffs depende de os Patriots conseguirem melhorar em algumas áreas importantes. Vamos a elas.

Defesa terrestre

A defesa dos Patriots contra o jogo corrido continua atormentando a equipe, e seus torcedores.

Desde a bye week na semana 14, apenas os Jaguars (80) correram para menos de 100 jardas contra os Pats.

New England cedeu 226 jardas terrestres para os Colts, 114 para os Bills e 195 para os Dolphins.

Mesmo nas duas semanas anteriores à bye week a equipe vinha sofrendo pelo chão, tendo cedido 99 jardas aos Bills e impressionantes 270 aos Titans, que estavam sem Derrick Henry!

Os Bills, adversários no Wild Card, não possuem um ataque terrestre potente. Por outro lado, Josh Allen é um dos melhores quarterbacks da NFL correndo com a bola, e os Patriots tiveram dificuldades para contê-lo no último confronto.

Pass rush

O que acontece com Matt Judon e o pass rush dos Patriots?

Até a metade da temporada, Judon chegou a ser mencionado na conversa de jogador defensivo do ano. No entanto, nas últimas semanas, o jogador simplesmente sumiu.

Não sabemos se ele ainda sente efeitos negativos por ter contraído a Covid-19, o fato é que o último sack de Judon ocorreu na semana 13!

Mesmo quando Judon estava em alta, apenas ele e Christian Barmore vinham pressionando consistentemente os quarterbacks adversários.

Para piorar a situação, além da queda de rendimento de Judon, Barmore saiu lesionado na despedida da temporada regular e é dúvida para o confronto contra os Bills.

Caso Christian não possa jogar, os Patriots terão dificuldades para incomodar Josh Allen.

Jardas após a recepção

Jakobi Meyers tem sido o principal wide receiver dos Patriots nos últimos jogos, uma espécie de bola de segurança de Mac Jones.

Meyers é um jogador esforçado, corre boas rotas, mas não é tão veloz e não consegue ganhar terreno após a recepção.

E quantas vezes vimos nesta temporada Hunter Henry, outro alvo favorito de Mac, receber um passe e imediatamente cair no chão?

Pois é, amigos, foram-se os tempos de Julian Edelman, Rob Gronkowski, James White e outros jogadores que conseguiam avançar e quebrar tackles após a recepção.

Os Patriots são apenas a 15ª equipe da liga em jardas após a recepção.

Um jogador que sabe fazer isso é Jonnu Smith, mas, como cansamos de falar aqui no Patriotas, Josh McDaniels simplesmente não consegue tirar do tight end o que ele faz de melhor.

Desvantagem no placar

As últimas derrotas dos Patriots tiveram um denominador comum: a equipe entrou desligada, preguiçosa em campo, e rapidamente se viu em uma desvantagem de mais de uma posse de bola.

Contra Colts, Bills e Dolphins, inícios de jogo horrendos colocaram os Patriots em buracos difíceis de escalar.

Por mais que o ataque aéreo dos Pats possua flashes de competência, a unidade simplesmente não é explosiva, não foi construída para suplantar grandes desvantagens.

Por isso, caso a temática se repita nos playoffs e os Patriots se encontrem em uma grande desvantagem contra os Bills, a eliminação é praticamente certa.


Clique aqui para acompanhar o Patriotas no Instagram.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.