“Tank for Lawrence”? Essa possibilidade sequer é cogitada por Belichick

tank for lawrence

Após uma semana que os Patriots viram seu maior jogador de todos os tempos deixar a franquia, além de outros free agents importantes, muitos torcedores invadiram as redes sociais opinando que New England deveria “tankar” para escolher o prospecto QB Trevor Lawrence, de Clemson, na primeira escolha geral do Draft 2021.

Primeiramente, o que é “tankar”? Tankar seria, resumidamente, abdicar da temporada atual para deter uma escolha alta no Draft do ano seguinte e, com isso, poder remodelar o futuro do time. Logo, seria uma espécie de “jogar para perder” de forma velada.

Embora bastante comentado e sugerido pela torcida dos Patriots, não há a menor possibilidade disso acontecer com o time na temporada 2020. E há diversas razões para já descartar essa hipótese.

A nº 1 e mais clara: Bill Belichick. Prestes a completar 68 anos de idade, com 8 Super Bowls na conta e sendo reconhecido o maior técnico da história, você acha mesmo que Belichick irá simplesmente desistir de uma temporada que sequer começou? Você acha que ele deixará de cobrar o máximo de seus jogadores? Você acha que ele não tomará decisões pensando no que é melhor para o time? E acima de qualquer coisa: você acha que ele comandará a equipe da sideline sem fazer de tudo possível para vencer a partida? Bem, se você acha que ele agirá de uma maneira totalmente diferente do que fez nos últimos 20 anos, boa sorte.

Caso somente esse argumento não baste para te convencer, há outros. O nº2 é o seguinte: qual a certeza de que Trevor Lawrence se tornará o jogador que todos esperam? Para se ter uma noção, o último QB escolhido na primeira pick do Draft a ganhar um Super Bowl foi Eli Manning em 2004. Portanto, será que vale mesmo a pena hipotecar o futuro da franquia em uma única aposta? Você acha que New England arriscaria tanto? É óbvio que não. Até porque, apesar do quarterback ser o grande pilar de qualquer equipe, há outros 21 jogadores em campo. Não é como na NBA, onde o tank é mais comum, que um time conta com apenas 5 titulares.

Instagram Fã Clube Patriotas

Outro argumento que vai de encontro à possibilidade dos Patriots tankarem é que o elenco atual de New England passa longe de ser um dos mais fracos da NFL. Apesar do ataque ter sofrido um duro golpe com a saída de Brady, a defesa continua com basicamente a mesma secundária do ano passado, que foi a melhor da NFL. Ademais, a comissão técnica dos Pats é possivelmente a melhor da liga, e altamente reconhecida em “tirar leite de pedra”.

Como se não bastassem todos esses motivos, ainda há o fato de que os rivais dos Patriots na AFC East também não vigoram como as principais potências da liga, e agora com uma vaga a mais para os playoffs, já que a partir de 2020 serão sete times classificados por conferência, a disputa por um lugar na pós-temporada estará mais aberta que nunca.

Por fim, muitos fãs sugerem que os Patriots deveriam trocar suas estrelas do elenco, como Stephon Gilmore, com o intuito de acumular escolhas de Draft. Entretanto, não é muito lógico seguir esse caminho, haja vista que Gilmore, por exemplo, caso trocado, iria deixar um dead money de $7,6M para 2021, e que também não faz sentido você negociar seus principais atletas e ficar apenas com um quarterback de elite, pois de nada adiantará.

Portanto, não há argumentos racionais que indiquem que Bill Belichick e os Patriots irão tankar a temporada 2020. Todavia, isso não quer dizer que a franquia terá uma campanha positiva e que chegará aos playoffs, pois um fato não se relaciona ao outro. Os Patriots poderão, sim, ter uma temporada decepcionante em 2020, e amargar posições medianas/ruins na tabela de classificação, mas não por causa que o time está tankando, e sim, porque o desempenho está fraco, o que não seria nada anormal mediante o cenário que se encontra. Além disso, é preciso ressaltar que não tankar não necessariamente impede New England de ir atrás de Lawrence em 2021, já que o time pode efetuar alguma troca para conseguir draftá-lo.

Destarte, apenas se pode ter uma convicção: o “Tank for Lawrence” nunca foi cogitado por Belichick. Nem nunca será.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 6 comentários

  1. Excelente matéria, mas tem apenas um erro, Tio BB tem 9 aparições em Superbowls, na matéria falam em 8! Abraço!

    1. Olá. Breno! Fico feliz que gostou!

      Na realidade, a referência é o número de Super Bowls que Belichick conquistou, que foram 8! 6 pelos Pats e 2 pelos Giants!

      Abraço!

  2. Excelente matéria. Quem fala em tank não conhece BB. e o Patriot Way. Além de todas as razões expostas acima, alguém acha que BB vai passar recibo de que sem Brady o time não ganha ?

  3. P.S. Apesar de que passei a desacreditar um tanto no mantra “In Bill We Trust” depois do SB 52 onde ele deixou Butler no banco no que eu acho que foi simples capricho e arrogância do tio Bill. Ainda acho que uma big play do Butler poderia ter salvo a pátria.

  4. Depois desse draft, sem QB, WR e nossa defesa perdendo vários pilares…vocês mantém essa opinião??? kkkkkkkkk

    1. Sim Lucas, continuamos com a mesma opinião sim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.