Tatidown Patriots: Super Bowl LIII – Patriots x Rams

No domingo (03), os Patriots foram até Atlanta para disputar o Super Bowl LIII contra o Los Angeles Rams e sob muita torcida e muito barulho, a franquia de New England venceu o seu sexto Super Bowl!!! Confira a análise da partida na coluna Tatidown:

Tatidown Super Bowl LIII: Patriots x Rams

Olá Patriotas!

Eu não sei vocês, mas estou rindo de orelha a orelha! E depois do sofrimento durante o jogo de ontem, estar feliz pra burro é mais do que merecido. Os Patriots venceram o seu sexto Super Bowl!!! Deixaram para trás San Francisco 49ers e Dallas Cowboys, e se juntaram ao Pittsburgh Steelers como os maiores campeões da era Super Bowl. Os Patriots disputaram 9 Super Bowls em 18 anos, o que essa franquia tem feito é uma barbaridade!

Vamos aos fatos, esperávamos bem mais do ataque do que o que foi apresentado ontem. Méritos para a defesa dos Rams? Muitos! Como por exemplo na interceptação de Tom Brady por Cory Littleton no primeiro drive. Mas o ataque cometeu erros que poderiam ter custado bem caro ao time. Só no primeiro quarto foram dois pedidos de tempo, fora uma chamada de corrida em uma 3rd&8… E no decorrer da partida a insistência de Brady em lançar para Chris Hogan que estava muito bem marcado por Marcus Peters.

A linha ofensiva sofreu com a pressão, mas trabalhou muito bem! Brady foi sackado apenas uma vez, ocasião em que cometeu um fumble que foi prontamente recuperado por David Andrews. Mais uma vez o trabalho de Scharneccia e seus pupilos foi muito importante para a equipe.

Além da OL, merece destaque também Sony Michel. O rookie foi absurdo nos playoffs! Na partida do Super Bowl, Michel teve 18 carregadas para 94 jardas e marcou o sofrido e chorado touchdown dos Patriots, único TD da partida, inclusive, lá no final do último quarto. Vou mencionar também Rob Gronkowski, que jogou como nas últimas partidas, fazendo bloqueios, mas também nos brindou com 6 recepções para 87 jardas, incluindo a recepção que colocou os Patriots na porta da end zone e culminou com TD de Sony Michel.

E o maior nome dos Patriots no ataque, o MVP do Super Bowl LIII: Julian Edelman! IncrEdelman teve 10 recepções para 141 jardas, conversões de primeira descidas importantes, que colocaram New England no jogo em momentos fundamentais. Que ano teve Jules! Voltando de lesão, suspenso pelos 4 primeiros jogos, questionado por alguns, mas com números avassaladores nos playoffs, já que agora é o segundo jogador que mais recebeu jardas na pós-temporada, com 115 recepções e 1.412 jardas, ficando atrás de Jerry Rice, que dispensa apresentações. Ao nosso MVP, eu só posso dizer muito obrigada por jogar assim:

Stephen Gostkowski nos proporcionou aquele carrossel de emoções que já é nosso velho conhecido. O kicker errou a primeira tentativa de chute, um field goal de 46 jardas, mas depois acertou os outros 2 chutes. Ai ai esse kicker que eu gosto demais, mas ainda vai me matar… E no special teams tivemos o excelente trabalho de Ryan Allen, que chutou punts que deixaram os Rams começando com as costas na parede e fizeram a defesa dos Patriots se mostrar!

No começo da temporada, depois das Semanas 2 e 3, alguém diria que a defesa dos Patriots seguraria um dos melhores ataques da NFL em um jogo de Super Bowl? Pois é! Tivemos uma partida de defesas, e o que a defesa de New England conseguiu foi absurdo! Dont’a Hightower ativou o modo Super Bowl LI e conseguiu dois sacks em cima de Jared Goff.

O quarterback dos Rams sentiu a pressão, Sean McVay não soube colocar sua genialidade para funcionar e o ataque adversário penou. Goff foi sackado ainda em outras duas ocasiões, uma por Joanthan Jones e outra por Kyle Van Noy, que veio como um míssil quando Goff da pressão no pocket.

Falando da secundária, Patrick Chung estava em excelente momento no jogo, até fraturar o braço e ter que ficar de fora do resto da partida. Stephon Gilmore teve uma noite tipicamente sua. O cornerback foi queimado por Brandin Cooks em algumas ocasiões, mas desviou de forma brilhante um passe e conseguiu uma interceptação em cima de um passe de Goff para Cooks.

Outro destaque do jogo foi Jason McCourty, o cornerback conseguiu desviar um passe para Bradin Cooks dentro da end zone e salvou a pele dos Patriots de tomarem pontos. Incrível como J-Mac estava ligado na jogada e como conseguiu chegar a tempo de evitar o pior.

O que posso dizer é: como é bom torcer para o New England Patriots! Acompanhamos uma temporada considerada atípica, onde o time conseguiu se ajustar e vencer o campeonato. Bill Belichick faz o maior trabalho da NFL e que privilégio poder assistir a tudo isso.

Bem, encerramos a temporada com chave de ouro! E não poderia ter sido de maneira melhor e mais grandiosa! À você, leitor, o meu muito obrigada, por acompanhar o trabalho de toda a equipe do Patriotas semana a semana e pelo carinho com a coluna. Foi literalmente “Tatidown” da sorte!

A temporada acabou, mas sabemos que na offseason tem muita coisa para acontecer, então, não deixem de seguir nosso trabalho nas redes sociais,
Facebook, Instagram e Twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 4 comentários

  1. O nome do nosso punter está errado, Josh Allen é o QB do Bills e tem um prospecto esse ano com o mesmo nome de Kentucky. Não querendo ser chato, só alerta mesmo, Ryan Allen o nome correto.

    1. Já corrigimos, obrigado pela dica.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.