Tatidown Patriots: Semana 15 – Patriots x Steelers

Pela Semana 15 da Temporada Regular, os Patriots foram até Pittsburgh, onde enfrentaram os Steelers e foram derrotados em uma péssima apresentação do time de New England. Confira a análise da partida na coluna Tatidown:

Tatidown Semana 15: Patriots x Steelers

Olá Patriotas!

Honestamente, não consigo pensar em um ponto para começar a falar da partida de domingo. Em uma partida que era muito valiosa para os Patriots (Seed #2, a briga pela Seed #1 da AFC e ganhar a Divisão), o time cometeu diversos erros que podem custar ainda mais caro no futuro. Uma sucessão de faltas, ausência de defesa contra o jogo corrido e uma ausência de sintonia no ataque levaram o time para a derrota por 10 x 17 e o recorde 9-5, sendo a quinta derrota dos Patriots fora de casa em 2018.

Os Steelers gastaram relógio no primeiro drive e abriram o placar no Heinz Field. Após retorno de kickoff do Patterson, os Patriots responderam como sabem fazer: conquistaram uma terceira descida e, na jogada seguinte, Tom Brady encontrou Chris Hogan livre, lançou um passe de 63 jardas e o WR terminou na end zone. O jogo ficou 7×7  e o ataque não conseguiu produzir nada depois. Foram passes errados e fracos de Brady, chamadas erradas, escolhas erradas e um ataque frustrante. White, Gordon e Edelman cometeram uns drops que não poderiam ter acontecido.

Em números, o jogo corrido teve 19 carregadas, para 96 jardas e uma média de 5.1 jardas por corrida. James White até apareceu mais no último quarto, mas não conseguiu ser o diferencial. Em números, o jogo aéreo até conquistou mais jardas do que o jogo dos Steelers, foram 25 recepções, para 279 jardas. Mas de longe, não foi o suficiente. Josh Gordon teve a péssima marca de 1 recepção para 19 jardas. Rob Gronkowski não teve nem de longe o desempenho da última partida, tendo aparecido no último quarto, com 2 recepções para 21 jardas. Como sempre gosto de dar um destaque positivo, vou falar de Cordarrelle Patterson. O híbrido de New England não apareceu tanto, atuou em apenas 5 snaps, mas eu gosto bastante de ver sua garra no jogo! O WR quase conseguiu uma primeira descida que, olha, não foi por falta de vontade…

A linha ofensiva, apesar de proteger bem Tom Brady na maioria dos momentos, cometeu muitas faltas. Trent Brown e Joe Thuney estão entre os faltosos da partida. Situações de primeiras descidas com um bom ganho de jardas tiveram que voltar por falta. É um tanto quanto frustrante saber que os Patriots cometeram 14 penalidades no domingo que custaram ao time 106 jardas. O mais bizarro? Ao menos 6 dessas faltas foram cometidas pré-snap!

Nem tudo foi ruim na noite e o special teams conseguiu um punt que deixou Pittsburgh na linha de 2 jardas para começar o próximo drive! Chute de Josh Allen e um belíssimo trabalho com destaque para o que fizeram Jonathan Jones e Rex Burkhead. Ah, Stephen Gostkowski chutou 1 XP e 1 FG e acertou os dois.

E a defesa que consagrou o jogo corrido do Pittsburgh Steelers como nunca? O running back Jaylen Samuels correu sozinho por 19 vezes e conquistou 142 jardas. Adrian Clayborn jogou como vem jogando durante toda a temporada: deixando o quarterback adversário fazer o que quiser. Não tenho nem adjetivos para falar da partida do front seven, mas gosto bastante da palavra inexistente. O que muitos queriam ver se repetindo aconteceu, duas vezes: Duron Harmon interceptando Ben Roethlisberger. Mas dessa vez não foi na end zone e o ataque nem captalizou os turnovers. Não sei mais o que pode ser comentado, dito, falado e repetido sobre a defesa. Ressalto que se não fossem os defensive back’s, o desempenho poderia ter sido ainda pior! J.C. Jackson foi muito bem em uma marcação em cima de JuJu Smith-Schuster que evitou um TD do Steelers. JuJu e Antonio Brown tiveram, combinados, 8 recepções para 89 jardas. Então, nem tudo foi tão ruim assim.

A situação dos Patriots para a conseguir a folga na primeira semana dos playoffs se complicou, mas se o time vencer a partida contra os Bills no domingo, em Foxborough, garante a divisão e a ida para a pós-temporada. Os Patriots não jogam o wild card desde 2009 e, das 8 vezes em que Tom Brady levou o time para o Super Bowl, em nenhuma das vezes começou a pós-temporada jogando o wild card. É uma temporada atípica em New England, mas é possível! Let’s go!

Acompanhem o Patriotas no Instagram e no Twitter.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.