Tom Brady: o maior de todos os tempos vai deixar saudades

Patriots Tom Brady

Tom Brady não é mais jogador de New England. Essa é a notícia que, apesar de esperada há algum tempo, devastou os corações dos torcedores dos Patriots. Pra quem achava que nunca veria o QB jogando com outra camisa da NFL, o acerto com o Tampa Bay Buccaneers veio como um soco na boca do estômago.

Mas a vida tem dessas coisas! Não é fácil ver um ídolo (o maior deles) partir. Fica aquele “gosto amargo na boca” e uma sensação de impotência.

Tom Brady: G.O.A.T.

Nem todos lembram daquele menino esquisito que se exibiu pro mundo do futebol americano no Combine de 2000 e que foi taxado como um atleta medíocre (no aspecto literal da palavra = mediano, comum…), lento, sem mobilidade. Até porque é difícil pensar em Tom Brady, hoje em dia, e associá-lo à mediocridade.

Alguns se lembram do dia em que Brady se tornou titular do time, após uma fatalidade com o então dono da posição, Drew Bledsoe, no segundo jogo da temporada de 2001. Derrota por 10×3 pros Jets.

Todo mundo se lembra do final da temporada. Aquele drive arriscado, conduzindo o time por 54 jardas, em 1 minuto e 15 segundo, invés de segurar a bola e levar o jogo para prorrogação. Field Goal certeiro de Adam Vinatieri e o primeiro título do Super Bowl dos Patriots e de Brady.

Seis vezes campeão do Super Bowl, em nove disputados, quatro vezes selecionado como o MVP (jogador mais valioso) do Super Bowl, três vezes o MVP da NFL, catorze nomeações para o Pro Bowl. G.O.A.T.

Ídolo de uma geração

Dentro do ambiente do futebol americano, é inegável o carisma que Brady tem com os companheiros de profissão e com todos que o cercam.

Mas, como todo grande atleta, ou as pessoas o idolatram, ou as pessoas o odeiam. E com Brady não é diferente. Ao mesmo tempo que os torcedores dos Patriots (e alguns de outros times) veem no QB a imagem de um ídolo e um dos melhores esportistas do mundo, outros preferem fechar os olhos para apenas criticá-lo.

Obrigado por tudo

Ao mesmo tempo que uma mistura de raiva e tristeza surge, por não conseguirmos manter a relação, uma enxurrada de lembranças boas e agradecimentos se destacam em nossas memórias.

Obrigado pela dedicação, não só ao esporte, mas também à instituição, que ganhou muitos torcedores por sua causa. Obrigado pelos títulos e pelos anos que não ganhamos. Obrigado pela maior virada da história do Super Bowl (não dá pra esquecer). Obrigado pelo espetáculo apresentado ano após ano. Obrigado!

No fim, o que sobra é o sorriso, carregado de tantas alegrias que passamos nos últimos 20 anos.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.