Última visita aos Saints não traz boas lembranças

Defesa Saints

Os Patriots visitam os Saints pela segunda rodada da temporada 2017. Pressionados pela derrota na estreia, os comandados de Bill Belichick precisarão se recuperar.

Jogar em New Orleans, entretanto, não é tarefa fácil. Mesmo em anos em que não conseguem muito sucesso, os Saints são adversários difíceis de serem batidos em casa.

A última visita dos Patriots a New Orleans foi mais uma prova da força dos Saints em seus domínios.

Última visita aos Saints não traz boas lembranças

A temporada de 2009 não foi das melhores na era Belichick.

Tom Brady voltou após ter perdido toda a temporada 2008 com uma grave contusão no joelho.

A volta do quarterback não foi o suficiente, já que Belichick teve nas mãos um dos rosters mais problemáticos de sua passagem por New England.

Na semana 12 daquela temporada, os Patriots foram a New Orleans com um recorde de 7-3, para enfrentar os invictos Saints, que possuíam 10 vitórias e nenhuma derrota.

O resultado? Uma vitória convincente dos Saints por 38 x 17.

A diferença entre os números dos quarterbacks ilustra bem o confronto:

Tom Brady: 21/36, 237 jardas, 2 INT.

Drew Brees: 18/23, 371 jardas, 5 TDs.

O time de New Orleans teve dois recebedores com mais de 100 jardas: Marques Colston (121) e Devery Henderson (116).

O talento dos Saints, somado à disfuncionalidade do elenco dos Patriots em 2009, acarretou o passeio.

Como dissemos, o elenco de 2009 foi um dos mais problemáticos da era Belichick.

O próprio Bill Belichick chegou a admitir que o time não tinha força mental suficiente para vencer fora de casa.

Em 2009, Belichick esteve “microfonado” para que seus diálogos fizessem parte do documentário “A Football Life”.

Na sideline do então chamado Louisiana Superdome, BB teve uma conversa com Brady que ilustra perfeitamente a temporada 2009, e merece ser transcrita:

BB: “Cara, eu lhe digo, nós temos um longo caminho a percorrer. Nós temos um longo caminho a percorrer. Eu lhe digo. Nós não temos nenhuma força mental. Nós vamos fora de casa, e não temos nenhuma força mental. Nós não conseguimos jogar o jogo do jeito que nós precisamos.”

TB: “Você disse tudo”.

BB: “Não são eles (os Saints) também. Somos nós. Somos nós. Nós teremos que encontrar um meio de ser um time mais forte quando formos fora de casa”.

TB: “Sim. Eles nos deram uma surra”.

BB: “Eles deram sim. Eu não consigo fazer esse time jogar do jeito que nós precisamos jogar. Eu simplesmente não consigo. É muito frustrante”.

TB: “Nós jogamos em relances. Nós não jogamos os quatro quartos”.

BB: “Não. E quanto mais difícil fica, menos provável é que joguemos.”

Resultado de imagem para brady belichick saints 2009
Belichick e Brady refletem sobre a má temporada dos Patriots em 2009 enquanto assistem os Saints dominarem o jogo.

A conversa demonstra claramente a frustração de Belichick por não conseguir fazer o time jogar de forma satisfatória, principalmente fora de casa.

A derrota para os Saints em 2009 provavelmente foi o marco em que ficou claro que aquele time não iria longe nos playoffs.

Esperamos que dessa vez a história seja diferente, e a visita a New Orleans se torne um marco da reação na temporada 2017.

_______________________________________________________________________________

Lembramos que o jogo terá transmissão pela ESPN. Saiba mais aqui.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.