Sebastian Vollmer avalia a OL dos Patriots

Vollmer

Sebastian Vollmer foi left tackle dos Patriots de 2009 a 2016. Apesar de sofrer com algumas lesões, o alemão foi uma surpresa no draft que ajudou a proteger Tom Brady por anos.

No período em que esteve em New England, Vollmer conviveu com vários jogadores de linha ofensiva.

Sebastian deu sua opinião sobre cada membro da atual OL dos Pats. Por se tratar de um jogador experiente, vale a pena saber o que ele pensa.

Sebastian Vollmer avalia a OL dos Patriots

Vejamos o que Vollmer pensa de cada membro titular da linha ofensiva de New England:

Nate Solder (left tackle): “Ele é um dos atletas mais talentosos que eu já vi. Um cara grande como ele não deveria conseguir se mover tão bem quanto ele se move. Ele chegou no meu terceiro ano, e eu lembro de vê-lo ser draftado – nós estávamos em um evento de caridade de Vince Wilfork – e todas as câmeras se viraram para mim e perguntaram ‘ele vai tirar sua vaga?’ A forma como ele se portou desde sua temporada de calouro até agora, eu o vejo como um dos melhores left tackles da liga. Vendo ele crescer como homem, marido, pai, eu acho que muita gente pode aprender muito com ele.”

Joe Thuney (left guard): “Quantos calouros chegam e desde o primeiro dia fazem o que ele fez? Você tem que se provar e se sair melhor que um veterano que já passou por aquilo antes. Eu acho que ele se beneficiou de ter um bom center ao lado, que conhece o sistema. Nate (Solder), eu tenho certeza, também o ajudou do outro lado. Mesmo assim, você pode ter um Logan Mankins do seu lado e se você não for um bom jogador, você não vai valer nada. Ele é como um daqueles caras da velha guarda.”

David Andrews (center): Muito, muito, muito esperto. Conhecer o ataque tão rapidamente quanto ele conheceu é impressionante. Eu acho que quanto mais externo você está, menos você precisa saber. Então centers precisam conhecer o sistema realmente bem, os guards um pouco menos e os tackles, é mais ou menos como ‘apenas bloqueie aquele cara’. O jogo se ajusta menos para os tackles que para aqueles no interior. Então você pensa nisso, e como Andrews foi capaz de chegar e fazer sua aquela vaga como um jogador não draftado, é crédito para ele.”

Shaq Mason (right guard): “Eu joguei ao lado dele quando eles o jogaram lá no início, e existiu uma curva de aprendizado. É sempre difícil comparar um calouro com um bando de veteranos, mas Bill (Belichick) sempre diz que o maior salto que você faz é entre o primeiro e o segundo ano porque você já passou por um training camp, você conhece as jogadas e você pode realmente focar nas coisas. Shaq realmente abraçou isso. Eu acho que ele foi bem e seu bloqueio para corridas foi sensacional. Ele nunca tinha protegido o passe na universidade, então ele teve que aprender isso. Ele levou um ano, e agora floresceu.”

Marcus Canon (right tackle): “Do início até agora, uma história incrível. Do jeito que ele começou, obviamente, com problemas de saúde. Jogando de tackle, jogando de guard, tentando achar um espaço para ele. Marcus é um jogador incrivelmente talentoso, não há dúvidas disso. Olhando para ele, ele é como um touro – forte, talentoso. É um homem grande e pesado que consegue correr. Eu não consegui jogar, mas vendo ele entrar e dominar a posição, eu acho que foi uma temporada muito boa. É gratificante de ver.”

Vollmer
A linha ofensiva dos Patriots tem tudo para ser ainda melhor em 2017.

Do modo como a linha ofensiva se comportou em 2016, é justo dizer que os elogios tecidos por Sebastian Vollmer foram merecidos.

Que essa jovem unidade continue a se desenvolver e melhore ainda mais na temporada que se aproxima.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

  1. O Vollmer era Right Tackle. Ele substituiu o Matt Light em alguns jogos em 2009 e o Nate Solder em alguns jogos em 2015, quando ambos se machucaram, mas na carreira toda dele no Patriots foi como Right Tackle. Em 2012, o Nate Solder assumiu a titularidade como Left Tackle com a aposentadoria do Matt Light.

  2. Não podemos esquecer que a tabela desse ano é muito mais difícil do que a do ano passado, e esses caras terão que estar super bem treinados para conter pelo menos 6 times que fazem muita pressão com suas DL. Pois só assim o nosso ataque terá chances de produzir o que esperamos dele.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.