Wide Receivers mais altos podem “substituir” Gronk

Antes do início do Draft todos pensavam que Belichick iria repor Gronk com algum prospecto de talento. Isso não ocorreu e deixou muitos torcedores preocupados.  

Wide Receivers mais altos podem “substituir” Gronk

Mas calma Patriotas! Belichick pode explorar seus novos wide receivers pelo meio do campo/red zone, já que possuem altura e qualidade para isso.

WIDE RECEIVERS MAIS ALTOS

Imagem relacionada
Harry possui ball skills para brilhar pelos Patriots.

Nos últimos anos o receiver mais alto de Brady foi Chris Hogan (1,85m), que não se destacava pela fisicalidade e, por isso, nunca foi um grande alvo pelo meio do campo.

Nesta offseason, já com Gronk fora dos planos, Belichick investiu em recebedores mais altos e fortes.

Primeiro chegou Demaryius Thomas (1,91m) via free agency e, posteriormente, N’Keal Harry (1,88) foi draftado para ser o futuro da franquia na posição.

Ainda, espera-se, que Josh Gordon (1,91m) possa voltar ao roster nesta temporada. Mas isso depende do tamanho da punição que a liga lhe dará.

O DIFERENCIAL DE GRONK

Resultado de imagem para GRONK
Gronk era imparável em seus melhores dias.

Primeiro devemos lembrar uma coisa: nada e nem ninguém irá suprir em 100% essa lacuna, pois Gronk é o maior TE de todos os tempos, discutivelmente.

Dito isso, temos dois fatores:

  • Gronk era, no auge, um TE que se destacava pela velocidade acima de média para a posição. Por isso levava vantagem contra linebackers e safeties que o marcavam;
  • Nos melhores dias, o camisa 87 era imparável na red zone, sendo o alvo preferido de Tom Brady nesta situação.

COMO WR ALTOS PODEM SUPRIR ISSO?

Resultado de imagem para josh gordon colts
Gordon pode voltar ainda nesta temporada.

Sabemos que os Patriots costumam mover seu ataque com passes mais curtos. Com isso, uma saída é alternar Thomas e Harry em rotas pelo meio do campo.

Assim, pode-se reproduzir uma outra qualidade de Gronk: atrair a atenção dos marcadores para si e deixar espaços no campo para os outros recebedores.

Gronk também era um notável recebedor na red zone. Nessa situação Thomas tem habilidade e experiência para vencer o marcador com passes fade ou back shoulder no canto da end zone.

Já Harry, mais jovem, apresenta um arsenal de habilidades com a bola para vencer, tal como Gronk, bolas contestadas, seja no meio do campo ou fora dos números.

HISTÓRICO POSITIVO

Resultado de imagem para super bowl 51
Os Pats venceram o Super Bowl 51 sem Gronk.

Para finalizar, vale lembrar que vencemos o Super Bowl 51 sem Gronk e, no Super Bowl 53, nosso TE já não era mais o mesmo.

Sim, nestas situações, tivemos Bennett (em 2016) sendo bem competente e, na última temporada, Gronk determinante no final de nossos últimos jogos.

Mas, hoje, temos um arsenal de recebedores mais talentosos e um esquema de jogo corrido ótimo com Sony Michel que, saudável, é capaz de superar as mil jardas.

Podemos dizer que, obviamente, Gronk dos melhores dias fará falta. No entanto, há sim saídas para que o ataque continue sendo muito bom mesmo sem nosso eterno camisa 87.

Fora isso, ainda podemos trazer outro TE que contribua com o ataque. Então não entrem em pânico, ainda é maio e Belichick sabe o que faz.


Clique aqui e saiba tudo sobre o nosso Draft.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.